Publicidade

Artigos de saúde

A pele do Recém-Nascido: Erupções e Marcas de Nascimento

Neste Artigo:

- Acne do recém-nascido
- Erupções, dermatite peri-oral
- Eritema tóxico
- Trauma por fórceps ou no canal de parto
- Miliária
- Manchas Mongólicas
- Mordidas de cegonha (marcas de nascimento rosas)

Após o primeiro banho, o recém-nascido irá normalmente ter uma compleição rubra devido à grande quantidade de células vermelhas no sangue.

Ele pode rapidamente mudar para uma cor pálida ou azul mosqueada, se ficar com frio, portanto, mantenha-o aquecido. Durante a segunda semana de vida, a pele de seu bebê ficará normalmente seca e cheia de descamação. Muitos bebês também apresentam erupções e marcas de nascimento. Neste contexto, sete tipos de erupções e marcas de nascença são descritos.

1. Acne do recém-nascido

Mais de 30% dos recém-nascidos desenvolvem acne (espinhas vermelhas e pequenas) na face. Esta acne neonatal começa com 3 a 4 semanas de idade e dura até os 4 aos 6 meses de idade. A causa parece ser a transferência de androgênios maternos (hormônios) logo antes do nascimento. Já que isto é temporário, nenhum tratamento é necessário. Óleos para bebês ou pomadas só tornarão o quadro pior.

2. Erupções, dermatite peri-oral

A maioria dos bebês têm erupções no queixo ou nas bochechas que aparecem e desaparecem. Freqüentemente, estas erupções são causadas por contato com alimentos e ácidos que foram cuspidos ou regurgitados do estômago. Enxágüe o rosto de seu bebê com água após todas as refeições ou regurgitações.
Outras erupções/irritações na face, são as erupções por calor nas áreas em contato com a pele da mãe durante a amamentação (especialmente no verão). Mude a posição de seu bebê com mais frequencia e ponha um pano úmido frio na área da erupção.
Nenhum bebê tem a pele perfeita.

3. Eritema tóxico

Mais de 50% dos bebês desenvolvem uma erupção da pele denominada eritema tóxico, no segundo ou terceiro dia de vida. A erupção é composta de pústulas vermelhas pequenas (1 a 2 cm) com um pequeno nódulo branco no centro. Elas se assemelham a picadas de insetos. Elas podem ser numerosas e localizarem-se em qualquer local da superfície corporal (exceto palmas e solas). A causa desta erupção é desconhecida e é inofensiva e habitualmente desaparece quando a criança tem 2 semanas de vida, mas, por vezes, só desaparece ao término de 4 semanas de vida.

4. Trauma por fórceps ou no canal de parto

Se o nascimento de seu bebê for difícil, um fórceps pode ser usado para ajudá-lo a passar pelo canal vaginal. A pressão do fórceps na pele pode deixar escoriações ou arranhões ou pode até mesmo danificar o tecido adiposo, em qualquer lugar da cabeça ou da face.
Pressão do canal vaginal pode danificar a pele sobre proeminências ósseas (tais como as laterais do crânio), mesmo sem um parto a fórceps. Monitores fetais também podem causar feridas no couro cabeludo.
Você irá notar as escoriações ou arranhões 1 a 2 dias após o nascimento. Eles irão desaparecer em 1 a 2 semanas.
Danos ao tecido adiposo não serão aparentes até o quinto ou sexto dia após o nascimento. Uma nodulação espessada na pele, com uma ferida sobreposta, é o que habitualmente poderá ser visto. Isto pode levar de 3 a 4 semanas para sarar. O tratamento das lesões deve ser orientado pelo pediatra.

5. Miliária

Miliária são pequeninas nodulações brancas, que ocorrem na face de 40% dos recém-nascidos. O nariz e as bochechas são os mais freqüentemente acometidos, mas também se observa miliária na testa e no queixo. Mesmo que pareçam com espinhas, elas são menores e não infectadas. Elas são constituídas de poros cutâneos bloqueados, que abrirão e desaparecerão até 2 meses de idade. Não aplique pomadas ou cremes.
Quaisquer bolhas de verdade (pequenas nodulações contendo líquido claro) ou espinhas (pequenas nodulações contendo pus) que ocorrem durante o primeiro mês de vida (especialmente no couro cabeludo) devem ser examinadas e diagnosticadas rapidamente. Podem indicar uma infecção cutânea, que no recém nascido pode se disseminar rapidamente, em virtude da baixa de resistência que os bebês têm. Devem ser tratadas de imediato.

6. Manchas Mongólicas

É uma marca cinza-azulada, achatada, de nascença, que é encontrada em mais de 90% dos bebês. Elas ocorrem mais comumente nas costas e nádegas, podendo estar presentes em qualquer parte do corpo. Elas variam muito em tamanho e forma. A maioria desaparece aos 2 ou 3 anos de idade, entretanto, um resquício pode permanecer na vida adulta. Não indicam nenhum comprometimento de nenhum órgão ou problemas do sangue do bebê

7. Mordidas de cegonha (marcas de nascimento rosas)

Marcas de nascença de cor rosa, achatadas (também denominadas hemangiomas capilares), ocorrem sobre a ponte do nariz, pálpebras, ou na nuca, em mais de 50% dos recém-nascidos. A maioria destas marcas se atenua e desaparece, mas algumas podem persistir na vida adulta. Aquelas da testa, que vão da ponte nasal até a linha dos cabelos, habitualmente persistem na vida adulta. Tratamento a laser na infância deve ser levado em consideração.

Palavras chave: acne, erupções, eritema tóxico, fórceps, miliária, manchas mongólicas, mordidas de cegonha.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.           Revisado 25 de Outubro de 2006



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: