Publicidade

Notícias de saúde

Punições físicas em crianças aumentam chances de desenvolvimento de distúrbios mentais

05 de julho de 2012 (Bibliomed). Punir crianças através de surras e castigos físicos pode aumentar os riscos de elas desenvolverem distúrbios mentais. Entre adultos, de 2% a 7% dos casos de distúrbios como a depressão, ansiedade e paranóia podem ser atribuídos a punições físicas aplicadas durante a infância.

Pesquisadores da Universidade de Manitoba (no Canadá) analisaram dados de 34.600 pessoas acima de 20 anos. Cerca de 6% dos participantes tinham sofrido punições físicas na infância, sem sofrer nenhuma outra forma de maus tratos.

Dentre essas pessoas, 59% delas tinham maiores chances de serem dependentes de álcool, 41% corriam maiores riscos de desenvolver depressão e 24% de terem síndrome de pânico, quando comparados a pessoas que não tinham passado por situações semelhantes quando crianças.

Os pesquisadores afirmam que pais e médicos devem estar cientes desses dados, procurando reduzir o castigo físico. Eles devem buscar estratégias alternativas de disciplinarem as crianças, como o reforço positivo de bons comportamentos.

Porém, os pesquisadores alertam também que eles encontraram uma associação entre a punição física e distúrbios mentais, e não uma ligação de causa e efeito. Assim, mais estudos são necessários para que essa relação possa ser compreendida.

A pesquisa foi publicada no periódico Pediatrics.

Fonte: Live Science, 2 de julho de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: