Publicidade

Notícias de saúde

Cientistas Prevêem Avanços Para 2025

Por Anne Harding

NOVA YORK (Reuters Health)
- Até 2025, os médicos poderão ser capazes de evitar o mal de Alzheimer e a osteoporose, substituir órgãos defeituosos com tecidos produzidos por engenharia genética e projetar terapias personalizadas para esquizofrenia e depressão.

Moléculas e células vão começar a substituir aparelhos e instrumentos no tratamento de doenças, previu Linda G. Griffth, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, em Cambridge, durante entrevista coletiva. Ronald G. Crystal, da Faculdade de Medicina de Weill, em Cornell, acredita que os cientistas vão identificar os genes que predispõem uma pessoa a ter asma.

Neurologistas e psiquiatras vão se unir para melhorar a compreensão e o tratamento de doenças mentais e distúrbios neurológicos, disse Eric R. Kandel, Prêmio Nobel e chefe do Centro de Neurobiologia e Comportamento da Universidade de Colúmbia.

Griffth, Crystal e Kandel falaram durante a entrevista que anunciou o lançamento da edição desta semana do Journal of the American Medical Association (Jama), dedicada às perspectivas da pesquisa médica no século 21.

A edição traz 13 artigos sobre problemas como doença cardíaca e pulmonar, câncer, diabete, anemia falciforme e talassemia e doença do colo irritável. Mais nove artigos foram dedicados a pesquisas em campos específicos, como estudos genômicos e cirurgia robótica.

A Jama produziu a edição com a Fundação Albert and Mary Lasker, grupo que concede prêmios de pesquisa médica anualmente aos que trabalham para erradicar doenças e minorar suas consequências. Os prêmios são conhecidos como o "Nobel da América".

Esta é a primeira vez que a publicação se uniu à outra organização para produzir uma edição, informou a editora da Jama, Catherine DeAngelis. Para a editora, a proeza será confrontar os prognósticos feitos nesta edição com a realidade dos próximos anos.

"Estamos cientes de que vem a" algo muito bom e muito grande", disse DeAngelis.

Segundo a editora, a Jama pretende informar a cada três ou cinco anos a situação dos prognósticos feitos nesta edição.

Um dos maiores objetivos da publicação é educar os membros do Congresso e outros responsáveis por destinar e alocar recursos sobre a melhor forma de distribuir o financiamento para pesquisa médica, disse o presidente da Fundação Lasker, James W. Fordyce.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: