Publicidade

Notícias de saúde

Depressão pode diminuir raiva

13 de outubro de 2011 (Bibliomed). Pessoas com depressão frequentemente apresentam uma desconexão do chamado “circuito da raiva” em seus cérebros. Segundo os pesquisadores da Universidade de Warwick, no Reino Unido, o circuito da raiva, que conecta o giro frontal superior, a ínsula e o putâmen, e representa a conexão que interliga as partes do cérebro quando uma pessoa sente raiva.

Para detectar isso, os cientistas submeteram 39 pessoas com depressão e 37 voluntários saudáveis a exames de ressonância magnética funcional (fMRI). Os resultados dos exames mostraram diferenças significativas no funcionamento de cérebro das pessoas dos dois grupos.

A maior diferença foi observada no cérebro das pessoas deprimidas, onde se pôde notar uma menor atividade no circuito raiva. Notou-se também diferenças menos intensas nos circuitos relacionados ao risco e às reações, recompensas e emoção, atenção e processamento da memória.

Nas pessoas com depressão observou-se que os circuitos da raiva e o de risco/ação tinham 92% de probabilidade de estar desacoplado, enquanto para o de emoção/recompensa era de 82%.

"Os resultados são claros, mas desafiadores à primeira vista, já que sabemos que a depressão é frequentemente caracterizada por auto-aversão, e não há indicações óbvias de que os depressivos tenham menos tendência a ter raiva dos outros," comenta os pesquisadores.

Segundo os pesquisadores, o fato de as pessoas deprimidas não conseguirem controlar seus relacionamentos e aprender com as situações sociais podem ser a causa dessas características.

Fonte: Diário da Saúde, 11 de outubro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: