Publicidade

Notícias de saúde

Linfomas causam 8 mortes por dia

16 de agosto de 2011 (Bibliomed). O linfoma é um tipo de câncer que atinge principalmente os gânglios (linfonodos) do sistema linfático, essencial para a defesa do corpo contra infecções.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), nos últimos 25 anos o número de casos de linfomas duplicou. Ainda não se sabe a causa desse aumento, mas um dos motivos de preocupação entre os médicos é a falta de informação dos brasileiros sobre a doença. Uma pesquisa feita pela DataFolha em dez capitais brasileiras no ano de 2010 mostra que apenas 49% da população já havia ouvido falar sobre esse tipo de câncer.

Em 2008, os linfomas foram responsáveis por 3.568 mortes. A estimativa é que em 2009 foram diagnosticados 9.100 novos casos. Esses dados alarmantes mostram o quão necessário é que as pessoas estejam bem informadas sobre sintomas e tratamentos da doença. De acordo com a pesquisa da DataFolha, 71% dos entrevistados não conheciam os sintomas do linfoma.

Os tumores desse tipo de câncer se dividem em dois tipos: os de Hodgkin (20% dos casos) e os não-Hodgkin (80% dos casos). O primeiro sinal da doença é o aumento indolor dos linfonodos nas regiões do pescoço, axilas, abdômen, virilha e na região entre pulmões e coração. Outros sinais são febre, suor, emagrecimento e coceira. Um tratamento que oferece boas chances de cura para pessoas sofrendo desse câncer é a combinação entre quimioterapia e anticorpos monoclonais.

Os linformas são responsáveis por mais de 3 mil mortes anuais. A cada dia, 8 pessoas falecem devido à doença. Assim, é essencial que a população fique atenta aos sintomas, se informe sobre o câncer e visite regularmente um médico para a prevenção dessa e outras condições.

Fonte: INCA - Instituto Nacional de Câncer

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: