Publicidade

Notícias de saúde

Doença da Vaca Louca Pode Ter Passado de Mãe para Filho

LONDRES (Reuters) - Médicos britânicos acreditam que um bebê nasceu com a forma humana da doença da vaca louca, afirmou um jornal britânico.

De acordo com o Sunday Telegraph, quatro médicos especialistas que examinaram a menina de 11 meses, cuja mãe morreu da nova variante da doença de Creutzfeldt-Jakob (vCJD) no início do ano, acreditam que ela tem os sintomas da doença.

Os médicos acreditam que o bebê contraiu a doença no útero, segundo publicou o jornal no domingo.

O bebê, que tinha 6 meses quando a mãe morreu, apresenta lesões cerebrais e sofre de convulsões.

Um diagnóstico determinando se a criança tem vCJD só poderia ser feito com o exame de pós-morte, caso ela morra. Caso a vCJD seja confirmada, este será o primeiro caso conhecido de vCJD transmitida de mãe para filho.

Os últimos dados do governo britânico, liberados em agosto, revelam que o número de casos "definitivos e prováveis" da forma humana da encefalopatia espongiforme bovina (BSE), a doença da vaca louca, aumentou de 77 para 79 no mês anterior.

A doença da vaca louca surgiu no gado britânico pela primeira vez em 1986 e atingiu picos em 1992.

Após quatro anos, cientistas identificaram a vCJD e sugeriram que ela poderia ser contraída através do consumo de carne contaminada. Dezenas de pessoas morreram de vCJD na Grã-Bretanha.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: