Publicidade

Notícias de saúde

Consumo de café está inversamente relacionado ao risco de câncer de cavidade oral e faringe

29 de novembro de 2010 (Bibliomed). Dados de estudos epidemiológicos sobre a relação entre o consumo de café e o risco de câncer do trato respiratório e digestivo superior são dispersos e inconclusivos. Uma meta-análise foi realizada por pesquisadores da Università degli Studi di Milano sobre esse assunto.

Os autores combinaram os riscos relativos (RR), com intervalo de confiança de 95% (IC) para câncer da cavidade oral / faringe e da laringe, o carcinoma de células escamosas do esôfago e adenocarcinoma de esôfago , comparando-se a maior contra o menor categorias do consumo de café, utilizando modelos de efeitos aleatórios.

Para o câncer de cavidade oral e faringe, o risco relativo combinado foi de 0,64 (IC 95% 0,51 a 0,80) para o maior consumo de café versus o menor. Os RRs foram de 0,61 (IC 95% 0,41 a 0,89) para os europeus, 0,58 (IC 95% 0,36 a 0,94) para estudos americanos e 0,74 (IC 95% 0,48 a 1,15) para estudos asiáticos (onde o consumo de café é menor).

Os RR correspondentes foram 1,56 (IC 95% 0,60 a 4,02) para câncer de laringe, 0,87 (IC 95% 0,65 a 1,17) para carcinoma de células escamosas do esôfago e 1,18 (IC 95% 0,81 a 1,71) para adenocarcinoma de esôfago.

Concluiu-se que o consumo de café está inversamente relacionado ao risco de câncer de cavidade oral e faringe, porém não existe nenhuma entre o consumo de café com o câncer de laringe, carcinoma de células escamosas do esôfago e adenocarcinoma de esôfago.

Fonte: Annals of Oncology, 2010

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: