Publicidade

Notícias de saúde

O uso de antipsicóticos é associado a um maior risco de pneumonia em idosos

27 de julho de 2010 (Bibliomed). De acordo com o FDA (Food and Drug Administration dos Estados Unidos), a pneumonia é uma das causas mais frequentemente relatadas de morte em pacientes idosos com demência, tratados com drogas antipsicóticas. No entanto, evidência epidemiológica da associação entre uso de drogas antipsicóticas e pneumonia é limitada.

Um estudo publicado recentemente na Annals of Internal Medicine avaliou se o uso de antipsicóticos típicos ou atípicos está associado com pneumonia fatal ou não fatal em pessoas idosas. 258 pacientes com caso incidente de pneumonia foram pareados a 1.686 participantes do controle (pessoas que usaram um medicamento antipsicótico, tinham 65 anos ou mais).

Sessenta e cinco (25%) dos pacientes com pneumonia morreu em 30 dias. O uso atual de um antipsicótico atípico (OR 2,61 IC 95% 1,48 a 4,61) ou típico (OR, 1.76 IC 95% 1,22 a 2,53) foi associado com um aumento dose-dependente do risco de pneumonia em comparação com o uso passado de drogas antipsicóticas. Apenas antipsicóticos atípicos foram associados com um aumento no risco de pneumonia fatal (OR, 5,97 IC 95% 1,49 a 23,98).
Assim, os dados mostraram que o uso de um antipsicótico atípico ou típico em pacientes idosos está associado, de forma dose-dependente, ao risco de pneumonia adquirida na comunidade.

Fonte: Annals of Internal Medicine, Volume 152, Number 7, 2010, Pages 418-425.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: