Publicidade

Notícias de saúde

Estudo associa obesidade infantil ao desenvolvimento de asma

16 de dezembro de 2008 (Bibliomed). Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Kansas, nos Estados Unidos, descobriu uma relação entre a obesidade infantil e a asma. De acordo com a pesquisadora Sara Rosenkranz, nos testes, crianças saudáveis com altos níveis de gordura corporal e menores níveis de atividades físicas tinham maior estreitamento das vias aéreas após a prática de exercícios.

“Crianças que têm sobrepeso e são inativas tiveram uma resposta negativa a testes-desafios de exercícios, o que pode contribuir para o aumento que temos visto nas últimas décadas na prevalência de asma assim como na prevalência de obesidade”, explicou a especialista.

Avaliando 40 crianças saudáveis com idades entre oito e dez anos, que não apresentavam histórico de doença aguda ou crônica e nem usavam medicamentos, os pesquisadores descobriram que quanto mais gordura corporal e maior o sedentarismo, mais propensas eram as crianças a apresentarem sintomas similares ao da asma após os exercícios.

Além disso, os testes mostraram que algumas dessas crianças poderiam ser classificadas como tendo asma induzida por exercícios. E esses atividades físicas poderiam, inclusive, induzir um ataque de asma em pessoas obesas que nunca sofreram de asma em outras circunstâncias.

Fonte: Kansas State University. Press release. 15 de dezembro de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: