Publicidade

Notícias de saúde

Cafeína piora sono de crianças com depressão

18 de dezembro de 2007 (Bibliomed). Muitas pessoas, quando pretendem passar mais horas acordadas, apresentam o hábito de tomar café ou comer alimentos que contenham cafeína. É de conhecimento, tanto popular quanto científico, que o café e seus derivados possuem propriedades estimulantes, permitindo, então, ‘espantar’ a vontade de dormir.

Entre jovens e crianças, esse costume pode interferir negativamente no sono, trazendo prejuízos à qualidade de vida. Sabe-se que a depressão também exerce uma influência negativa sobre a capacidade de dormir. Contudo, em jovens pacientes que apresentam sintomas depressivos, poucos estudos demonstraram como a ingestão de cafeína poderia se relacionar aos distúrbios do sono. Interessados por esse assunto, pesquisadores americanos da Universidade de Pittsburgh, realizaram uma pesquisa publicada em outubro pelo Journal of Pediatric Psychology.

Para verificar a interferência do café no sono e sua relação com a depressão, os investigadores avaliaram 30 pacientes, entre crianças e jovens, que apresentavam sintomas depressivos e os compararam a outros, sem problemas psicológicos. Eles observaram, que entre os pacientes portadores de depressão, a ingestão de cafeína levou ao aparecimento de distúrbios do sono com maior freqüência.

Mas, curiosamente, quando se realizava o tratamento contra a depressão, esses pacientes diminuíam a ingestão de cafeína, apesar de permanecerem com problemas para dormir. Os pesquisadores observaram que a cafeína aumenta a ansiedade, principalmente entre os pacientes depressivos, mas não é a principal causa dos distúrbios do sono.

Fonte: Journal of Pediatric Psychology; (October 2007) PMID: 17947257 [PubMed - as supplied by publisher

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: