Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: Centro de Saúde em Recife tem Programa de Redução do Parto Prematuro

São Paulo, 10 de Janeiro de 2001(eHLA). O Centro de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), no Recife, dedica-se atualmente ao projeto de redução do parto prematuro. Cerca de 250 mulheres foram inscritas no programa que prevê realização de ultra-som endovaginal para avaliar o comprimento do colo do útero no quinto mês de gestação e de ultra-som abdominal para estudo morfológico do neném. “Quando o colo é curto, há 10 vezes mais chances de acontecer parto prematuro”, explica Pedro Pires, médico do Centro.

Segundo ele, com o diagnóstico, é possível adotar medidas preventivas. Entre elas, acompanhamento mais freqüente no pré-natal, uso de corticóide para acelerar o amadurecimento do pulmão do bebê para que sobreviva ao parto prematuro e, em alguns casos, cirurgia do colo uterino.

Referência

O Cisam é uma das três instituições brasileiras incluídas no programa da Fetal Medicine Foundation, de Londres. Vinculado à Universidade de Pernambuco, o Centro diagnostica por ano cerca de 30 casos de malformação fetal (as mais freqüentes são do aparelho urinário e do sistema nervoso central). Na população brasileira , para cada mil partos há um a dois casos deste tipo de disfunção. Segundo Pedro Pires, a medicina fetal possibilita diagnóstico e tratamento precoces, evitando morte intra-uterina e assegurando a chance de uma gestação saudável. Além disso, auxilia intervenções que precisam ser feitas logo após o nascimento, como a correção de malformações. A especialidade identifica também doenças genéticas e analisa a saúde do bebê. “Há doenças da mãe, como hipertensão e diabetes, que causam problemas ao feto”, diz Pires.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: