Publicidade

Notícias de saúde

EUA Aprovam Contraceptivo com Ação de 5 anos

MONTVILLE (Reuters) - Reguladores norte-americanos aprovaram uma espécie de DIU (dispositivo intra-uterino) contraceptivo com ação por cinco anos que estará disponível no país no início do próximo ano, afirmou o fabricante na quinta-feira.

O laboratório Berlex, uma subsidiária do grupo Schering, disse que o dispositivo, conhecido como Mirena, é aproximadamente 99 por cento eficaz na prevenção da gravidez e tem validade de cinco anos.

A Food and Drug Administration (FDA), órgão norte-americano regulador de drogas e alimentos, aprovou o novo método anticoncepcional, um dispositivo de 3 centímetros que libera no útero doses mínimas diárias do hormônio levonorgestrel, similar à progesterona produzida pelos ovários, com ação por cinco anos.

Como DIUs aumentam o risco de doenças inflamatórias pélvicas, a FDA recomendou que o Mirena seja usado por mulheres em relações estáveis e monogâmicas e que já tenham pelo menos um filho, de acordo com uma porta-voz da agência.

De acordo com o fabricante, nos primeiros três a seis meses após a colocação do Mirena, o sangramento menstrual da mulher pode aumentar. Após esse período, a menstruação se torna mais curta e menos intensa.

Após a remoção do dispositivo, a fertilidade da paciente volta ao normal rapidamente, afirmou Berlex.

Cerca de 2 milhões de mulheres em todo o mundo usam o produto, que estará disponível nos EUA no primeiro trimestre de 2001, disse Berlex.

O Mirena já está disponível às consumidoras brasileiras desde agosto deste ano, quando o produto foi lançado junto à comunidade médica.

De acordo com estimativas da Schering, o valor do dispositivo, já incluídos os custos de aplicação feita pelo médico, deve ser, em média, de 600 a 700 reais, o que equivale a um custo mensal de cerca de 11 reais a cada cinco anos.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: