Publicidade

Notícias de saúde

Estresse Pode Fazer Pessoas Apelarem a Alimentos Calóricos

NOVA YORK (Reuters Health) - Com a correria de final de ano se aproximando, pesquisadores ingleses alertam que o estresse pode ser o maior inimigo de pessoas em dieta.

Seu estudo demonstra que pessoas com tendência a lidar com a raiva ou a depressão através da comida estão mais propensas a recorrer a alimentos ricos em gordura e calorias quando se sentem sob pressão.

"O estresse pode comprometer a saúde de indivíduos suscetíveis através de mudanças relacionadas ao estresse prejudiciais na escolha alimentar", afirmam os pesquisadores na edição de novembro e dezembro de Psychosomatic Medicine.

Os cientistas entrevistaram 68 pessoas sobre suas preferências alimentares e atitudes em relação à alimentação. Com base nessas informações, as pessoas foram descritas como consumidores emocionais e não-emocionais e consumidores controlados e não-controlados.

Os participantes foram classificados, ao acaso, em duas categorias: estressados e não-estressados. Foram dados dez minutos àqueles no grupo estressado para preparar um discurso de quatro minutos a ser entregue após o almoço. Para aumentar a pressão, eles foram avisados de que seu discurso seria filmado e avaliado.

Aqueles do outro grupo assistiram a uma breve apresentação antes do almoço.

Durante o almoço, Jane Wardle e sua equipe analisaram as escolhas alimentares dos participantes. Consumidores emocionais do grupo estressado tenderam a comer mais alimentos ricos em calorias e gordura, como bolo e chocolate, comparados a consumidores não-emocionais no grupo não-estressado.

O estresse não pareceu influenciar as escolhas alimentares de consumidores controlados. Além disso, mais mulheres foram descritas como consumidores emocionais e controlados, em comparação com homens.

Não se sabe ainda como as pessoas se tornam consumidores emocionais. Wardle e sua equipe sugerem que alimentos ricos em carboidratos, como biscoitos e tortas, devem influenciar substâncias químicas cerebrais que afetam o humor. Desse modo, pessoas propensas ao estresse devem escolher esses alimentos como uma forma de lidar com seus sentimentos.

"Existe evidência crescente de que o estresse deve afetar a saúde não só através de seus efeitos biológicos diretos, mas também através de mudanças em comportamentos que influenciam a saúde", disse Wardle em comunicado.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: