Publicidade

Notícias de saúde

Luto de parceiros e o risco de eventos cardiovasculares

6 de junho de 2014 (Bibliomed). O período imediatamente após o luto tem sido relatado como um momento de aumento do risco de eventos cardiovasculares. No entanto, este risco não foi bem quantificado, e poucos estudos populacionais grandes o examinaram.

Um recente estudo publicado na revista JAMA Internal Medicine foi realizado para comparar a taxa de eventos cardiovasculares entre os indivíduos mais velhos cujo parceiro tinha morrido, com um grupo controle pareado de indivíduos cujo parceiro ainda estava vivo.

Na pesquisa, foi avaliado um banco de dados do Reino Unido, envolvendo 30.447 indivíduos com 60 - 89 anos que sofreram com a morte do parceiro durante o seguimento. O desfecho primário foi a ocorrência de um infarto do miocárdio fatal ou não fatal (IAM) ou acidente vascular cerebral no prazo de 30 dias de luto. Os desfechos secundários foram síndrome coronariana aguda e embolia pulmonar.

Todos os resultados foram comparados entre os grupos durante os períodos pré-especificados, após o luto (30, 90 e 365 dias). Dentro de 30 dias da morte de seu parceiro, 50 pessoas do grupo (0,16%) tiveram um infarto do miocárdio ou um acidente vascular cerebral em comparação com 67 dos controles que não perderam seus parceiros (0,08%) durante o mesmo período. O aumento do risco foi observado em homens e mulheres.

Associações com eventos mais raros também foram observadas, incluindo o risco elevado de síndrome coronariana aguda não-infarto do miocárdio e embolia pulmonar nos primeiros 90 dias. Este estudo forneceu mais evidências de que a morte de um parceiro está associada a uma série de eventos cardiovasculares maior nas semanas e meses imediatos ao luto.

Fonte: JAMA Med Interna. de 2014; 174 (4) :598-605.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: