Publicidade

Notícias de saúde

Nova terapia pode ajudar na prevenção de AVC

28 de novembro de 2012 (Bibliomed). Cientistas da Grã-Bretanha dizem que podem ter encontrado uma nova maneira de prevenir acidentes vasculares cerebrais (AVC) em pacientes de alto risco, usando uma ultrasonografia da artéria carótida no pescoço.

O estudo, realizado por pesquisadores da Warwick Medical School e da University Hospitals Coventry and Warwickshire, utilizou ultrassom para analisar pacientes com doença da artéria carótida, uma das principais causas de AVC.

Coágulos podem se formar na artéria carótida no pescoço quando essa apresenta alguma alteração, e pequenas partes desses coágulos podem ser liberadas, formando uma condição conhecida como microembolia, que pode viajar para bloquear as artérias importantes do cérebro levando a distúrbios como fala lenta, perturbação mental, perda de visão e outras síndromes graves, como o AVC.

Geralmente, o padrão de tratamento para esses casos incluem medicamentos antiplaquetários, como a aspirina, que podem não impedir totalmente a formação de microêmbolos prejudiciais.

O uso da técnica de varredura proposta pelos pesquisadores da Grã-Bretanha pode identificar os pacientes com elevado risco de AVCs causados por microêmbolos, independente de o paciente ter recebido medicação antiplaquetária anterior.

Os resultados foram publicados no periódico Stroke.

Fonte: UPI 25 de novembro de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: