Publicidade

Notícias de saúde

Incidência de doenças aumenta durante o carnaval

15 de fevereiro de 2012 (Bibliomed). Na época do carnaval, a população deve se prevenir. Algumas doenças são mais facilmente transmissíveis durante as festividades, devido às multidões e o contato com grandes números de pessoas.

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) figuram em diversas campanhas veiculadas durante essa época do ano, visado a prevenção de condições como a AIDS, a hepatite e a herpes. Mas não são apenas as DTSs que preocupam os profissionais da saúde. Também é comum que conjuntivites e viroses respiratórias se tornem mais incidentes.

De acordo com a oncologista Márcia Amaral, foliões devem estar especialmente atentos a algumas doenças. O HPV e a mononucleose, por exemplo, podem se tornar casos graves, evoluindo para casos de meningite e câncer de boca. Apesar de o risco de que isso aconteça ser pequeno, é importante que as pessoas estejam informadas da possibilidade.

“Não dá para confiar em quem se aproxima de você, principalmente porque uma doença nem sempre é aparente e você não está imune. Então, qualquer pessoa deve se precaver tanto na busca por vacinas quanto escolher bem com quem vai se relacionar. E se possível evitar o sexo oral, quando aumenta muito o risco”, alerta Amaral.

Com prevenção e cuidados os dias de carnaval podem ser de diversão, e não um motivo de arrependimento. Caso sintomas apareçam, um médico deve ser procurado.

Fonte: Assessoria de imprensa da Cehon 13 de fevereiro de 2012



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: