Publicidade

Notícias de saúde

Má qualidade da relação materno-infantil foi associada a obesidade na adolescência

25 de janeiro de 2012 (Bibliomed). Um estudo publicado na revista Pediatrics buscou determinar se a obesidade na adolescência é relacionada com a qualidade da relação materno-infantil precoce. Na pesquisa foram analisados ??dados de 977 participantes.

Nos resultados encontrados, após o ajuste para sexo e peso ao nascer, as chances de obesidade na adolescência foram 2,45 (1,49 a 4,04) vezes maiores entre aqueles com relacionamento materno-infantil de pior qualidade em comparação com aqueles com mais alta qualidade A sensibilidade materna mais baixa foi mais fortemente associada com obesidade do que um apego “inseguro”.

Chegou-se à conclusão que a má qualidade da relação materno-infantil precoce foi associada a uma maior prevalência de obesidade na adolescência.

Fonte: Pediatrics, Volume 129, Number 1, 2012, Pages 132-140.

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: