Publicidade

Notícias de saúde

Rir é o melhor remédio para a dor

16 de setembro de 2011 (Bibliomed). Dizem que ir é o melhor remédio, e, segundo pesquisadores na Grã-Bretanha, para dor ele é mesmo. Mas não é um risinho tímido, mas uma boa gargalhada, daquelas que fazem rir quem estiver do seu lado.

Robin Dunbar, diretor do Instituto de Antropologia Social e Cultural da Universidade de Oxford, na Inglaterra, diz que assistir apenas 15 minutos de uma comédia pode diminuir a dor em até 10%.

Para o experimento, pacientes foram divididos em dois grupos, um que assistiu comédias como “Mr. Bean” e “Friends”, e o segundo que assistiu programas de TV sobre golfe.

“Existem poucas pesquisas que tentam explicar o porquê rimos e qual o papel ele desempenha na sociedade”, diz Dunbar. Usando microfones, os cientistas gravaram as reações dos voluntários, e constatou-se que os que assistiam comédia riram por um terço do tempo. A tolerância à dor desses participantes aumentou em conseqüência disso.

"Nós acreditamos que o efeito é provocado pela corrida da endorfina no corpo, o que pode explicar por que o riso desempenha um papel tão importante em nossas vidas sociais", diz Dunbar.

“Quando as pessoas riem de forma intensa, o esforço físico os deixa exaustos e desencadeia a liberação de endorfinas de proteção - um dos produtos químicos neuropeptídeo complexo produzido no cérebro, que controla a dor e promover sentimentos de bem-estar”, explica.

O estudo foi publicado online em Proceedings of the Royal Society B.

Fonte: UPI, 15 de setembro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: