Publicidade

Notícias de saúde

Pouco sono prejudica a saúde

01 de julho de 2011 (Bibliomed). Pessoas que dormem pouco podem estar prejudicando sua saúde. O período de tempo mínimo de sono recomendado é de oito horas por noite, e a maioria das pessoas precisa desse tempo para funcionar bem durante o dia.

Um estudo desenvolvido nos Estados Unidos mostra a fadiga faz com que 23% dos adultos americanos tenham problemas para se concentrarem, 18% tenham problemas de memória, 11% tenham dificuldades para dirigir, 38% durmam acidentalmente durante o dia e 5% durmam enquanto dirigem.

Os irmãos Dian e Tom Griesel (autores do livro TurboCharged: Accelerate Your Fat Burning Metabolism, Get Lean Fast and Leave Diet and Exercise Rules in the Dust) explicam que existem cinco estágios conhecidos do sono, e que o corpo passa por todos eles quarto ou cinco vezes durante a noite.

Os primeiros quatro estágios são importantes para que o metabolismo se mantenha saudável e também para o aprendizado e a memória. Já o quinto estágio, chamado de REM, movimento rápido dos olhos, regula o humor e a formação de memórias emocionais. Perder um ou dois ciclos durante um período regular de tempo faz com que o funcionamento do cérebro, coração e sistema imunológico sejam prejudicados.

Estimulantes noturnos, como a televisão, horários de trabalho e luz no ambiente podem atrapalhar o ritmo cicardiano natural do corpo, ou seja, o relógio biológico. Isso afeta a produção da melatonina, o hormônio natural do sono.

A má qualidade do sono prejudica o corpo e a mente, o que reflete nas ações da pessoa durante dia, podendo até mesmo prejudicar seu emprego e convivência familiar.

Fonte: UPI 29 de junho de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: