Publicidade

Notícias de saúde

Adolescentes de famílias que têm cães são mais ativos

22 de fevereiro de 2011 (Bibliomed). Pesquisadores da Universidade de Virgínia (EUA) estudaram 618 pares de adolescentes de acordo com a quantidade de cães que a família possuíam e quanto tempo os jovens passavam fazendo atividades físicas por semana.

Metade dos participantes da pesquisa usou acelerômetros durante uma semana para medir a atividade física realizada. Os adolescentes de famílias com cães, quando comparados aos que não têm o animal em casa, registraram 15 minutos a mais de atividade física moderada ou vigorosa por semana. Os pesquisadores levaram em conta fatores que poderiam influenciar esse número (como gênero e status sócio-econômico) e regularam os resultados.

De acordo com o estudo, os adolescentes não se tornam mais ativos por caminharem com os cães. O que faz com que esses jovens sejam mais ativos é o tempo que eles passavam brincando com o animal.

“As crianças e adolescentes podem não ter a responsabilidade primária de andar com o cachorro, mas podem brincar ativamente com o cão da família, assim contribuindo com os minutos gastos com atividades físicas”, diz o estudo que será publicado no periódico American Journal Of Preventive Medicine.

Fonte: The Vancouver Sun 16 de fevereiro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: