Publicidade

Notícias de saúde

A mortalidade é maior no primeiro ano após diagnóstico de demência

24 de novembro de 2010 (Bibliomed). Um estudo publicado na revista BMJ estimou a sobrevivência após um diagnóstico de demência na atenção primária, em comparação com pessoas sem demência, e determinou a incidência de demência.

Participaram do estudo 22.529 adultos com 60 anos ou mais com o diagnóstico de demência e 112.645 controles. A média de sobrevida de pessoas com demência diagnosticada na idade de 60 a 69 foi de 6,7 (intervalo interquartil 3,1 a 10,8) anos, caindo para 1,9 (0,7 a 3,6) anos para os pacientes diagnosticados com 90 anos ou mais. Taxas de mortalidade ajustadas foram maiores no primeiro ano após o diagnóstico (RR 3,68, IC 95% 3,44 a 3,94). Este caiu para 2,49 (2,29 a 2,71) no segundo ano.

A incidência de demência registrada manteve-se estável ao longo do tempo. A incidência foi maior nas mulheres e nos grupos etários mais jovens (60 a 79 anos) residentes em áreas carentes. Concluiu-se que a sobrevida média foi muito menor do que em populações rastreadas.

Estas estimativas clinicamente relevantes podem auxiliar os doentes e cuidadores, médicos e políticos no planejamento de apoio a esta população. O alto risco de morte no primeiro ano após o diagnóstico pode refletir os diagnósticos feitos em épocas de crise ou no final da trajetória da doença.

Fonte: BMJ, Volume 341, 2010, Page 3584

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: