Publicidade

Notícias de saúde

Osteoporose pode afetar também as crianças, alerta especialista

26 de outubro de 2010 (Bibliomed). A doença marcada pelo enfraquecimento ósseo e um maior risco de fraturas - conhecida como osteoporose - é, na maioria das vezes, relacionada ao envelhecimento, pelo fato de ser mais comum entre os idosos. Entretanto, o que muita gente não sabe, e que pode ser um agravante, é que, segundo especialistas, a fragilidade dos ossos pode estar presente nas crianças.

De acordo com a educadora física Bruna Morais, nos últimos cinco anos, já se tem registro de crianças com dificuldade de absorção de cálcio, intolerância à lactose e problemas reumatológicos. “O problema está principalmente na massa óssea que diminui, e qualquer batidinha ou torção pode resultar em um tornozelo, braço ou quadril fraturados”, destaca a especialista.

Os jovens mais propensos a ter o problema são aqueles que tomam, pelo menos quatro vezes durante a vida, corticoide oral por aproximadamente cinco dias seguidos para amenizar principalmente as crises respiratórias e alérgicas e para tratamento reumatológico. Nesses casos, a perda de massa óssea pode ser de 30% a 40%.

Além disso, o enfraquecimento ósseo pode ser mais comum entre aqueles que apresentam intolerância à lactose - que, por não poderem consumir laticínios, acabam ingerindo menos cálcio, mineral essencial para os ossos - e entre jovens com alguma doença inflamatória intestinal - que acabam tendo dificuldades de absorção de alguns nutrientes, como cálcio e vitamina D.

A especialista destaca que quem sofre com esse problema deve recorrer aos exercícios que visam ao fortalecimento - como os aeróbicos - e de impacto razoável - como a caminhada. Já a musculação contribuiu com uma maior sustentação ao corpo. E a dança também pode ser uma boa opção, pois tem impacto e favorece o equilíbrio, ajudando a evitar quedas. “É um alerta para aumentar os cuidados desde a infância, com a prática de exercícios físicos e alimentação correta, ingestão de leite e atenção aos remédios”, conclui.

Fonte: Portal Educação. Press release. 18 de outubro de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: