Publicidade

Notícias de saúde

Uso excessivo da internet pode levar à depressão, sugere estudo

05 de agosto de 2010 (Bibliomed). Adolescentes viciados em internet são mais propensos a desenvolver depressão ou outros problemas psiquiátricos do que jovens que são classificados como usuários comuns, segundo estudo que será publicado na edição de outubro da revista Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine. Em pesquisa com mais de mil estudantes chineses com idades entre 13 e 18 anos, os especialistas descobriram que os classificados como usuários patológicos de internet tinham 2,5 vezes mais chances de serem diagnosticados com depressão nove meses mais tarde. E aqueles que usavam a internet como forma de entretenimento eram mais propensos a esses problemas do que os usuários que “navegavam” apenas à procura de informações.

“Esse resultado sugere que pessoas jovens inicialmente livres de problemas de saúde mental, mas que usam a internet patologicamente podem desenvolver depressão como consequência”, destacaram os autores. “Na medida em que entendemos que problemas de saúde mental entre os adolescentes têm um significativo custo pessoal, bem como custos para a comunidade, intervenção e prevenção precoces com foco nos grupos de risco, com fatores de risco identificados, é eficaz em reduzir o peso da depressão entre os jovens”.

Baseados nos resultados, especialistas chineses e australianos defendem a triagem de estudantes do ensino médio que parecem estar viciados em internet, com o objetivo de identificar aqueles que podem precisar de aconselhamento ou tratamento para problemas psiquiátricos. Eles destacam que, apesar de estudos anteriores terem demonstrado que a maioria dos usuários patológicos é formada por homens introvertidos, as taxas de sintomas psiquiátricos entre as garotas estão em crescimento. Por isso, os resultados “têm implicações diretas para a prevenção de doenças mentais em jovens, particularmente em países em desenvolvimento”.  

Fonte: Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine. 02 de agosto de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: