Publicidade

Notícias de saúde

Abuso de medicação para TDAH é problema crescente entre os adolescentes, indica pesquisa

06 de outubro de 2009 (Bibliomed). Pesquisadores do Children's Hospital Medical Center, University of Cincinnati, Cincinnati, Ohio, Estados Unidos, avaliaram todos os casos envolvendo pessoas entre 13 e 19 anos em que houve abuso ou mau uso intencional de substâncias prescritas para o tratamento do transtorno de hiperatividade e déficit de atenção (TDAH), relacionados no sistema de banco de dados nacional de envenenamentos entre 1998 e 2005.

Os investigadores analisaram dados do Sistema Nacional de Envenenamentos da American Association of Poison Control, com informações acerca do abuso ou desvio intencional de medicamento, e que a substância era um medicamento usado para o tratamento de TDAH. Os resultados foram publicados na revista Pediatrics.

Foi observado que as chamadas relacionadas com adolescentes vítimas de abuso por drogas prescritas para tratamento de TDAH aumentaram em 76%, que foi maior do que o aumento de chamadas para abuso em geral e de abuso por adolescentes. O índice anual de exposição de adolescentes não foi alterado. Ao longo de 8 anos a prescrição de anfetaminas para adolescentes e pré-adolescentes aumentou 133%, de metilfenidato aumentou 52%, e aumentou 80% para os dois juntos.

A exposição ao metilfenidato diminuiu de 78% para 30%, ao mesmo tempo em que a prescrição deste medicamento para TDAH foi reduzida de 66% para 56%.

A conclusão do estudo foi que este aumento acentuado de chamadas sugere um problema crescente em relação ao abuso de medicação para TDAH por adolescentes. A gravidade dos casos aumentou ao longo do tempo, e os dados de venda de drogas para TDAH refletem a disponibilidade dos medicamentos, principalmente envolvendo as anfetaminas.

Fonte: Pediatrics. Volume 124, Issue 3, Sep 2009. Pages 875-880

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: