Publicidade

Notícias de saúde

Mídia afeta o comportamento em relação ao cigarro, confirma estudo

28 de agosto de 2008 (Bibliomed). Os meios de comunicação têm o poder de incentivar o hábito de fumar, principalmente entre os jovens, segundo estudo do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos. Segundo os autores, esse é o primeiro estudo a sugerir uma relação causal, concluindo que a publicidade e promoção aumentam o uso de cigarros.

Porém, o estudo também indica que a mídia tem um papel positivo em relação ao tabagismo. “As campanhas da mídia para desencorajar o uso do tabaco provaram mudar as atitudes dos jovens em relação ao tabaco, reduzir as chances das crianças fumarem e encorajar os adultos a parar”, disseram os autores durante uma conferência em Washington, realizada neste mês.

O estudo envolveu a análise de 23 pesquisadores, além da contribuição de outros especialistas, que avaliaram mais de mil trabalhos científicos sobre o papel dos meios de comunicação de massa em relação ao tabagismo.

Os resultados indicaram que a mídia ajuda a moldar conhecimentos, opiniões, atitudes e comportamentos entre pessoas e comunidades. E o mercado de cigarros, que é um dos mais poderosos dos Estados Unidos, gastou, no período entre 1940 e 2005, mais de US$250 bilhões na publicidade e promoção de cigarros, aproveitando o poder de influência dos meios de comunicação para atrair principalmente os jovens.

Além disso, segundo os autores, há uma relação causal entre a promoção e o aumento no uso do cigarro. Entre os principais temas usados para atrair os fumantes, inclusive em filmes, estariam: o tabaco oferece satisfação, os riscos não deveriam causar ansiedade, e o cigarro está associado com resultados desejáveis, como o sucesso social.

O efeito positivo dos meios de comunicação foi observado em campanhas anti-fumo, que “funcionam”, mudando as atitudes dos jovens em relação ao cigarro, e reduzindo as chances de as crianças começarem a fumar.

Baseados nos resultados, especialistas defendem que “agora depende do governo considerar as evidências e pensar sobre o que é necessário fazer em termos de publicidade e promoção”. Eles lembram que já há, nas instâncias do governo americano, uma lei que submete a indústria tabagista e seus produtos ao FDA, órgão do governo que regulamenta alimentos e medicamentos.

Fonte: HealthDay. 21 de agosto de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: