Publicidade

Notícias de saúde

Cereal com Sabor de Chocolate Diminui Colesterol

NOVA YORK (Reuters Health) - Pessoas que se beneficiam dos efeitos de redução do colesterol de farelo mas não apreciam o gosto e a textura arenosa podem ter uma nova doce opção: um cereal de farelo de cacau com sabor de chocolate.

Em um estudo recente, o cereal aumentou o HDL (o colesterol "bom") e abaixou a proporção de LDL (o colesterol "ruim") tanto quanto o farelo de trigo. Ele também aliviou a constipação, afirmam pesquisadores na edição de 14/28 de agosto de Archives of Internal Medicine.

"Um farelo de cacau com sabor de chocolate, pobre em gordura e fonte rica em fibras tem um efeito benéfico como laxante e uma ação potencialmente interessante na manutenção dos níveis de colesterol HDL", de acordo com David J. A. Jenkins, da Universidade de Toronto, no Canadá, e sua equipe.

O grão de cacau apresenta o farelo e a membrana da semente ricos em fibras. Enquanto que o farelo permanece quando o grão é processado em pó de cacau, o farelo é descartado quando o grão é usado para fazer chocolate.

Para testar os efeitos do cereal de farelo de cacau sob o colesterol e a laxação, pesquisadores alimentaram 25 adultos saudáveis com um cereal que fornecia 25 gramas de fibra por dia, por duas semanas. Como comparação, os participantes do estudo alternavam para um cereal de café da manhã com sabor de chocolate pobre em fibras que fornecia cerca de seis gramas de fibra por dia, por outras duas semanas.

Os resultados demonstram que o colesterol HDL aumentou a 7,6 por cento e a proporção de colesterol LDL e HDL caiu a 6,7 por cento após duas semanas comendo o cereal de farelo de cacau.

A dieta pobre em fibras foi associada a baixos níveis de colesterol HDL e proporções de colesterol LDL e HDL mais altas, destacaram os pesquisadores. O cereal pobre em fibras também resultou em leituras de pressão sanguínea um pouco mais baixas comparadas à dieta de farelo de cacau.

Os pesquisadores explicam que o café e o chá contêm compostos que podem aumentar a pressão sanguínea e que o cacau pode ter o mesmo efeito. Estudos maiores são necessários para confirmar esta descoberta, acrescentam os pesquisadores.

"O efeito na pressão sanguínea, embora pequeno, requer confirmação e explicação de mecanismo", concluem Jenkins e sua equipe.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: