Publicidade

Notícias de saúde

Estudo clínico indica que medicamento para Alzheimer tem efeito mínimo

28 de Junho de 2004 (Bibliomed). Apesar de muitos estudos publicados acerca do uso de medicamentos chamados de "inibidores da colinesterase" para o tratamento da doença de Alzheimer, quase todos exibindo eficácia, e com a aprovação mundial através de autoridades regulatórias, a efetividade prática destas drogas permanece controversa.

Em um estudo clínico com o medicamento Aricept, a mais vendida droga para o tratamento da doença de Alzheimer, publicado no último fim de semana na revista Lancet, cientistas relatam que os achados concluíram que o remédio só minimamente efetivo.

Os investigadores da Universidade de Birmingham envolvidos na pesquisa verificaram que o Aricept, desenvolvido pela Eisai e co-comercializado por Pfizer, "não é custo-efetivo, com benefícios muito abaixo de limiares minimamente relevantes".

O texto completo do estudo pode ser encontrado na Internet no site da revista, no endereço http://www.thelancet.com/journal/vol363/iss9427/full/llan.363.9427.original_research.30048.1 .

Fonte: The Lancet Volume 363, Number 9427 26 June 2004

Copyright © 2004 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: