Publicidade

Notícias de saúde

Uso excessivo do videogame pode provocar síndrome

Belo Horizonte, 14 de Fevereiro de 2002 (Bibliomed). O costume cada vez mais freqüente de ficar horas a fio jogando videogame está preocupando os médicos britânicos.

Há alguns dias, os especialistas alertaram para o risco de que as crianças viciadas nos jogos eletrônicos desenvolvam uma síndrome que atinge os membros superiores, como braços e mãos. O alerta foi feito depois que um adolescente de 15 anos chegou a um hospital em Liverpool, na Inglaterra, se queixando de fortes dores. Segundo os médicos, o adolescente confirmou que jogava videogame, em média, durante sete horas diárias. Os sintomas relatados pelo jovem paciente não eram apenas de dor. A cor e a textura das mãos também apresentavam variações conforme a temperatura do ambiente. O garoto está sob tratamento e os médicos não sabem dizer se as dores vão melhorar em longo prazo.

A síndrome diagnosticada pelos médicos é semelhante ao problema desenvolvido por pessoas que trabalham em fábricas, realizando tarefas manuais constantes e repetitivas durante muitas horas. O problema, segundo os especialistas, parece ser mais comum nos modelos de videogame em que o controle fica no modo vibrador.

Preocupados, os médicos estão recomendando que os fabricantes coloquem nos consoles dos equipamentos um alerta sobre os riscos e as formas do uso mais adequadas.

As impressões sobre os perigos do uso prolongado dos videogames foram publicadas em um relatório divulgado em uma das edições do British Medical Journal. Os médicos afirmam que a advertência dos fabricantes pode prevenir a ocorrência da síndrome.

Os fabricantes discordam das preocupações dos especialistas, afirmando que nunca receberam qualquer tipo de reclamação referente à ocorrência da doença. A Sony, por exemplo, fabricante do Play Station, lembra que o manual já contém informações sobre o uso seguro do brinquedo. Uma das recomendações é de que crianças e adolescentes façam uma pausa de 15 minutos a cada uma hora de jogo. Cerca de 61 milhões de unidades deste tipo de videogame já foram vendidas em todo o mundo.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: