Publicidade

Notícias de saúde

Ministério da Saúde alerta para uso de medicamento à base de halotano

Belo Horizonte, 29 de Janeiro de 2002 (Bibliomed). A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por meio de sua Unidade de Farmacovigilância, recebeu duas notificações de reações adversas graves associadas ao uso da substância halotano, anestésico inalante, utilizado com freqüência na pediatria. As duas notificações dizem respeito à ocorrência de parada cardiorespiratória em crianças. A Unidade de Farmacovigilância está analisando os casos para as providências cabíveis.

O halotano é indicado para a indução e manutenção de anestesia geral, em diversos tipos de cirurgias, sendo utilizado em pacientes de todas as idades. A substância leva à perda da consciência suave e rápida.

A Unidade de Farmacovigilância, por enquanto, recomenda que o paciente seja monitorado cuidadosamente, sobretudo nos casos que indiquem sinais de superdosagem, verificando pressão arterial, pulso e ventilação. Devem ser usados vaporizadores do tipo calibrado e a sala de cirurgia precisa estar adequadamente ventilada. A Anvisa solicita que os profissionais de saúde e usuários de medicamentos notifiquem a suspeita de qualquer reação adversa ou interação medicamentosa por meio dos formulários de suspeita de reação adversa, encontrado no site (www.anvisa.gov.br), ao clicar em farmacovigilância no campo de atuação.

Outra alerta da Anvisa está relacionado ao aumento de notificações de reações adversas em relação ao uso da substância bupropiona na Agência Regulatória de Medicamentos do Reino Unido (MCA). Até o dia 10 de janeiro deste ano, foram 6.975 relatos de suspeitas de reações adversas associadas ao medicamento Zyban® naqueles países.

As notificações mais freqüentes são de convulsões, insônia, tontura, depressão, tremor, ansiedade e reações da pele, como hipersensibilidade, urticária e vermelhidão (rash cutâneo).

Entre os relatos, 57 envolviam mortes. A relação de óbitos com o uso de Zyban®, entretanto, não foi ainda comprovada. A bupropiona é contra-indicada em pacientes com atuais ou prévios distúrbios convulsivos, bulimia, anorexia nervosa e deve ser administrada cuidadosamente em indivíduos que fazem uso concomitante de medicamentos que baixem o limiar da convulsão, como antipsicóticos, antidepressivos, teofilina e esteróides sistêmicos. No Brasil, os medicamentos à base de bupropiona registrados no Ministério da Saúde são: Wellbutrin® e Zyban®.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: