Publicidade

Notícias de saúde

Cientistas tentam desvendar mistérios do vício

Belo Horizonte, 02 de Janeiro de 2002 (Bibliomed). Um estudo publicado recentemente no Journal of Neuroscience demonstrou alguns dos efeitos causados pelo vício no cérebro.

Os resultados do trabalho apontaram que, sob presença do álcool e de drogas como a anfetamina e a cocaína, ocorre um aumento na concentração de endorfinas – substâncias similares à morfina – no cérebro, o que o condiciona a esperar determinadas substâncias.

Os pesquisadores de duas universidades norte-americanas verificaram em ratos de laboratório que a parte do cérebro ligada ao vício estimulada pelo álcool e pelas drogas, produz grande quantidade de endorfinas.

Durante os estudos, os cientistas injetaram álcool, cocaína, anfetamina, nicotina e uma solução salina nos ratos, medindo em seguida os níveis de endorfina no cérebro.

Os resultados mostraram um aumento significativo de endorfinas nos ratos que receberam injeções de álcool, cocaína e anfetamina. Estudos anteriores já provaram que a região cerebral dos nucleus accumbens tem aumento na concentração de dopamina quando está sob a ação das drogas viciantes.

Esta primeira descoberta trouxe os indícios iniciais sobre o funcionamento do vício no cérebro. Apesar do aumento na concentração de dopamina ser conhecido há anos, os cientistas acreditam que ainda não há provas suficientes para esclarecer como funciona a dependência.

Como a nicotina não provocou reações nos ratos, os pesquisadores não avançaram no conhecimento sobre a dependência específica do cigarro. Segundo os cientistas, a injeção de nicotina não provocou alterações significativas na concentração de endorfinas no cérebro.

Os especialistas acreditam que a variação pouco significativa possa ter sido provocada por diversos fatores. Um deles seria que a dose de nicotina utilizada nas cobaias foi insuficiente. A outra possibilidade é que a nicotina tenha uma ação diferenciada em relação aos demais produtos e substâncias de efeito viciante.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: