Publicidade

Notícias de saúde

Governo lança tema do Dia Nacional de Controle de Infecção Hospitalar

São Paulo, 16 de Maio de 2001 (eHealthLA). Foi comemorado ontem, em Brasília, o Dia Nacional de Controle de Infecção Hospitalar, com o lançamento do tema nacional de 2001, “Lavagem das Mãos”. O evento aconteceu no Auditório do Núcleo de Medicina Tropical da Universidade de Brasília (UnB).

A coordenadora do Programa Nacional de Controle de Infecção Hospitalar, Glória Maria de Andrade, falou sobre a importância da lavagem das mãos como medida preventiva à infecção hospitalar.

Segundo ela, em breve será lançado o Manual de Lavagem das Mãos, com orientações importantes sobre o gesto que pode reduzir a incidência de contaminação por infecção hospitalar.

Infecção hospitalar

Conceitua-se infecção hospitalar como qualquer processo infeccioso adquirido no ambiente hospitalar. É diagnosticado principalmente em pacientes durante sua internação, mas pode ser detectado após alta e atingir também qualquer outra pessoa presente no hospital. Os estudos sobre a infecção hospitalar tiveram início no século XIX, na Áustria.

Mulheres morriam após o parto por terem contraído um mal desconhecido. Na época pesquisas mostraram que os estudantes de medicina depois de fazerem autópsias examinavam as parturientes sem lavar as mãos ou usarem qualquer tipo de proteção, o que levava à infecção. Uma simples medida preconizada, a lavagem das mãos, reduziu significativamente o índice de infecção.

Com a descoberta dos antibióticos, os médicos achavam que as infecções estariam extintas, porém o abuso na sua utilização, selecionou germes resistentes, tornando mais grave o problema.

“A única maneira de amenizar esse mal é através do controle e da prevenção coordenados por uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, que embora seja uma exigência legal, é encontrada em menos da metade dos hospitais brasileiros e ainda assim, a minoria das Comissões existentes exerce atividades básicas de controle, de acordo com levantamento realizado pelo próprio Ministério da Saúde”, afirma Dr. Antonio Tadeu Fernandes, autor do livro "Infecção Hospitalar e suas Interfaces na área da Saúde", que ganhou o Prêmio Jabuti deste ano, na categoria ciências naturais e da saúde.

Lei

Uma Lei Federal de 1997 obriga todos os hospitais brasileiros a constituírem uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) que deverá atuar de acordo com programa desenvolvido na própria instituição.

Esta lei instituiu a obrigatoriedade de um conjunto de ações, tendo como objetivo a redução máxima possível da incidência e gravidade das infecções hospitalares.

“Realizar um efetivo controle de infecção é uma necessidade que pode ser medida em racionalização de custos, lucratividade ou exigências legal, moral ou ética.

Mas antes de tudo, é um compromisso com a saúde da população brasileira, razão da existência dos hospitais”, conclui Fernandes.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: