Publicidade

Notícias de saúde

A importância da imunização - as crianças são um dos principais alvos da gripe

São Paulo, 30 de abril de 2001 (eHealthLA). Pesquisas internacionais indicam que as crianças sadias de até 4 anos são as mais afetadas pelas complicações provenientes gripe entre pessoas sem fatores de risco. A taxa de hospitalização, nessa faixa etária, chega próximo aos 10%.

Nesse grupo, 25% dos casos de pneumonia tem início em estados gripais, o que também indica a necessidade de proteção contra essa doença. Segundo a pediatra Lucia Guimarães, do Hospital das Clínicas, em São Paulo, o público-alvo da imunização continua o mesmo dos anos anteriores, ou seja, pessoas com mais de 50 anos e, claro, crianças com menos de 3. "O risco de hospitalização por causa de uma gripe é 12 vezes maior nesses grupos, se a gente os compara com jovens entre 12 e 17 anos de idade", justifica.

Mas os especialistas defendem que outro grupo precisa ser vacinado, o dos profissionais de saúde, como os pediatras, e suas famílias, que também estariam mais expostos ao vírus influenza. "Todo ano morrem nos Estados Unidos entre 20 mil e 40 mil pessoas vítimas da gripe.

É uma doença muito séria", justifica a pediatra. Além de minimizar os riscos nas crianças, a vacinação contra a gripe traz benefícios ao controlar a extensão epidêmica da gripe em escolar e creches e reduz a transmissão da doença entre adultos e idosos com risco de complicações desencadeados pela doença. A vacina contra a gripe pode ser administrada a partir de seis meses de idade.

Caracterizada por sintomas como febre, calafrios, tosse, espirros, dores de cabeça e dores no corpo, a gripe tem início súbito e se propaga com rapidez, ameaçando o bem-estar da pessoa acometida. Diferentemente do resfriado, que também apresenta sintomas respiratórios, porém de forma mais branda e de curta duração, a gripe pode trazer consequências danosas ao organismo e interfere diretamente na rotina de vida das pessoas.

Em crianças, a gripe apresenta como sintoma principal a febre, seguida de infecções secundárias, como a otite média aguda - OMA. A vacina contra a gripe tem eficácia próxima dos 80% para prevenir os casos de OMA associada a gripe e um impacto de 36% na redução de qualquer quadro de OMA. A proteção conferida pela vacina é de cerca de um ano. A vacinação deve ser feita no outono, para que a criança esteja protegida no inverno, época de maior incidência da doença.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: