Publicidade

Notícias de saúde

Identificado Gene Que Pode Contribuir Para Diabete Tipo 1

02 de Fevereiro de 2001 (Bibliomed). Pesquisadores australianos identificaram um gene que pode estar envolvido no desenvolvimento de diabete tipo 1, abrindo caminho para novas formas de diagnóstico e tratamento da doença.

O gene codifica uma substância química fundamental para o sistema imunológico, a interleucina-12 (IL-12). Esta substância age como um comandante do sistema de defesa, coordenando a comunicação entre as células e dirigindo os ataques a invasores durante infecções.

Em doenças auto-imunes como a diabete tipo 1, essa comunicação falha e o sistema imunológico passa a atacar células do próprio organismo, como se fossem elementos estranhos.

Estudos com ratos mostraram que a IL-12 influencia o destino de células fundamentais do sistema de defesa envolvidas na diabete tipo 1. Estas células podem ser responsáveis pela doença em humanos, informou a equipe de Grant Morahan, do Walter and Eliza Hall Institute for Medical Research, em Melbourne (Austrália), na edição de fevereiro da revista Nature Genetics.

"O estudo é uma peça no quebra-cabeça e pode nos ajudar a associar o que aprendemos sobre ratos a seres humanos", disse Robert Sherwin, presidente da American Diabetes Association e professor de medicina da Universidade de Yale, em New Haven.

"Se essa descoberta for confirmada por novos estudos, pode aumentar nossa capacidade de prever o aparecimento da diabete de tipo 1", explicou o pesquisador.

Em editorial que acompanhou o estudo, Luciano Adorini, do Roche Milano Ricerche, em Milão (Itália), acrescentou que as conclusões também podem abrir caminho para a compreensão de outras doenças auto-imunes.

"Essas descobertas têm possíveis implicações para a identificação de indivíduos em risco e talvez para implementação de estratégias de prevenção relevantes para várias doenças auto-imunes", avaliou Adorini.

O estudo da equipe de Morahan é o primeiro a envolver a IL-12 no desenvolvimento da diabete tipo 1, geralmente diagnosticada em crianças. É um dos vários testes recentes que investigam a função dos genes no desenvolvimento da diabete que eventualmente podem levar a uma nova visão da doença.

Na diabete tipo 1, as células do sistema imunológico atacam e destroem as células beta do pâncreas produtoras de insulina. A insulina é o hormônio que regula o nível do açúcar no sangue.

Pacientes com diabete tipo 1, também conhecida como diabete insulino-dependente, precisam tomar injeções de insulina várias vezes ao dia pois, sem o hormônio, o açúcar no sangue pode aumentar a níveis suficientes para levar o paciente ao coma.

Estima-se que cerca de 800 mil pessoas nos Estados Unidos tenham diabete tipo 1.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: