Publicidade

Notícias de saúde

Obesidade Pode Não Aumentar Risco de Asma

29 de Dezembro de 2000 (Bibliomed). Pessoas obesas parecem não ter um risco maior de ter asma que seus companheiros mais magros. Aqueles com peso abaixo do normal podem apresentar mais sintomas de asma, mas tendem a não receber tratamentos, de acordo com pesquisa publicada na edição de janeiro da revista Thorax.

O estudo contradiz trabalhos anteriores que apontavam a obesidade como fator de risco para distúrbios respiratórios crônicos. Esses estudos parecem associar o aumento dos casos de asma à epidemia mundial de obesidade e apontam para a existência de uma associação entre obesidade, dificuldade respiratória e asma.

O novo estudo, que envolveu cerca de 2 mil adultos brancos entre 17 e 73 anos de idade, verificou que os obesos podem ter alguns sintomas característicos da asma, como dificuldade respiratória ou respiração curta, mas "há poucas evidências objetivas para apoiar o diagnóstico".

Especificamente, obesos não foram mais propensos a ter hipersensibilidade nas vias aéreas -- reação aumentada a estímulos ambientais que provoca inflamação nas vias aéreas -- ou vias aéreas obstruídas, dois fatores usados para diagnosticar asma.

Pessoas com peso abaixo do normal foram mais suscetíveis a ter respiração curta, sensibilidade aumentada das vias aéreas e capacidade pulmonar reduzida que indivíduos com peso normal mesmo quando os dois grupos usaram o mesmo tipo de medicamento para asma.

"O grupo com peso abaixo do normal pareceu ter mais problemas respiratórios", concluiu a equipe de L. Schachter da Universidade de Sydney, na Austrália.

As pessoas com obesidade mórbida tenderam mais a ser diagnosticadas como asmáticas, relatar dificuldade respiratória ou usar medicamento nos 12 meses anteriores que os outros participantes do estudo.

Os autores sugeriram que a falta de ar e a dificuldade respiratória em pessoas obesas pode ter outras causas, como esforço respiratório maior que, algumas vezes, pode ser interpretado erroneamente como asma.

Assim como para pessoas com peso abaixo do normal, "altos níveis de sensibilidade nas vias aéreas e baixos níveis de uso de medicamento sugerem que podem ter asma sem que recebam tratamento", informaram os autores. O assunto requer "mais pesquisas", concluíram os cientistas.

Copyright © 2000 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: