Publicidade

Notícias de saúde

Projeto da Fapesp Vai Sequenciar Vírus da Aids e Hepatite C

SÃO PAULO (Reuters) - Depois de adquirir o know-how de sequenciamento de DNA em projetos como o Genoma Xylella e o Genoma Câncer, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) está pronta para investir em outras áreas. Desta vez, o alvo do projeto são os vírus.

A Fapesp lança na quinta-feira uma nova rede de laboratórios que vão sequenciar e comparar quatro vírus: o HIV-1, causador da Aids, o HCV, que provoca a hepatite C, o hantavírus, que causa episódios de diarréia, e o VRS, responsável por infecções respiratórias.

O Genoma Vírus, orçado em 8 milhões de dólares, será formada por 17 laboratórios, mas outros ainda poderão entrar no projeto. O lançamento oficial da rede, chamada de VGDN, sigla em inglês para "Viral Genetic Diversity Network" (Rede de Diversidade Genética de Vírus), será na sede da fundação, na capital paulista.

Entre os laboratórios que estão participando do novo projeto está a Fundação Pró-Sangue, que deverá fornecer a matéria-prima (os vírus), adquirida de doações voluntárias. Os Centros de DST/Aids do Estado de São Paulo e o Instituto Adolfo Lutz também já estão integrados ao novo projeto.

Enquanto aguardam o lançamento oficial do VGDN, cientistas paulistas estão trabalhando no término do projeto Genoma Cana-de-Açúcar. Os pesquisadores estão prestes a completar o sequenciamento dos 80 mil genes que controlam o funcionamento da planta. O projeto deve terminar um ano antes do prazo previsto.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: