Publicidade

Notícias de saúde

Especialista Húngaro Fala Sobre Suplementação Vitamínica em Gestantes

O pesquisador húngaro Andrew E. Czeizel é um dos convidados internacionais do 6º Congresso Paulista de Obstetrícia e Ginecologia, que acontece de 11 a 14 de novembro no International Trade Mart Centro Têxtil, em São Paulo. Em sua primeira vinda ao Brasil, Dr. Czeizel apresentará o estudo que comprova a eficácia do ácido fólico na prevenção de defeitos do tubo neural. Esta pesquisa rendeu-lhe, em agosto, o Prêmio Internacional de Pesquisa Científica da Fundação Joseph P. Kennedy Jr. (EUA). O prêmio é oferecido, a cada cinco anos, àqueles que contribuíram de forma relevante na melhoria ou na prevenção de doenças congênitas.

A experiência, desenvolvida na Hungria, é considerada ponto de referência decisivo na área de prevenção de defeitos do tubo neural. Realizado com 5.453 gestantes, o estudo concluiu que o uso de suplemento vitamínico, contendo 0,8 mg de ácido fólico reduz o aparecimento de bebês com malformação do tubo neural, bem como do trato urinário e do sistema cardiovascular; diminui os sintomas de enjôos, náuseas e vômitos; diminui a incidência de partos prematuros e melhora a qualidade do leite materno. Segundo pesquisas, em média, a cada 700 crianças que nascem no Brasil, uma apresenta defeitos congênitos. Entre elas estão a espinha bífida (defeitos na coluna vertebral) e a anencefalia (falha no desenvolvimento do cérebro), que leva a criança à morte.

Os dados disponíveis na literatura comprovam que a ingestão de ácido fólico apenas na dieta alimentar não reduz os risco de defeitos. Já os suplementos são comprovadamente mais eficientes. Estimativas norte-americanas apontam para uma redução de US$ 173 milhões a US$ 1,5 bilhão em gastos hospitalares se todas as gestantes recebessem suplementação.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: