Publicidade

Notícias de saúde

Ebola Desarma Sistema Imunológico

Por Maggie Fox

WASHINGTON (Reuters) - O vírus Ebola pode ser tão mortal porque é capaz de desarmar o sistema imunológico, informaram cientistas. Os pesquisadores encontraram uma proteína usada pelo vírus para desabilitar a produção do interferon, substância de que o sistema imune dispõe para matar as células infectadas pelo vírus.

"A infecção pelo vírus Ebola geralmente provoca uma grave febre hemorrágica sendo que a epidemia pelo subtipo Zaire do vírus resultou em taxas de mortalidade maiores que 80 por cento", informaram os pesquisadores em trabalho publicado na edição de terça-feira do Proceedings of the National Academy of Sciences (Procedimentos da Academia Nacional de Ciências).

A equipe formada por pesquisadores norte-americanos da Mt Sinai School of Medicine, em Nova York, e cientistas alemães da Philipps Universitat, em Marburg (Alemanha), estava tentando descobrir por que o vírus é tão mortal.

Os especialistas identificaram uma proteína, chamada VP35, que parece suprimir a produção do interferon tipo 1, agindo com um antagonista do interferon.

Os pesquisadores também verificaram que outros vírus como do sarampo, vacínia (mamilite de vacas causada pelo vírus da varíola), influenza A e herpes simples também desativam a produção do interferon.

Algumas pessoas podem ser capazes de superar esse mecanismo e, pelo menos, um caso de uma pessoa infectada pelo Ebola sem sintomas foi relatado.

Os pesquisadores, chefiados por Peter Palese do Monte Sinais, informaram que este pacientes produziu uma resposta imune mais forte que a verificada nas pessoas que sucumbem ao Ebola. "Está claro, a partir de estudos sobre outros vírus, que a presença de um antagonista do interferon é necessária para a virulência máxima", informaram os pesquisadores.

A descoberta pode ser usada para criar uma vacina contra a infeção. Em julho, uma equipe de pesquisadores norte-americanos descobriu que uma proteína que rompe a parede dos vasos sanguíneos ajuda a causar a hemorragia que caracteriza a infecção pelo Ebola.

Não há tratamento ou vacina contra o Ebola, um entre os vários vírus que causam febre hemorrágica.

O vírus recebeu o nome de um rio no Zaire, atual República Democrática do Congo e foi identificado pela primeira vez em 1976. O Ebola provoca febre, choque e sua principal característica é uma terrível hemorragia.

Durante o recente surto do vírus em Uganda, 55 pessoas morreram e os especialistas ainda tentam controlar a doença.

Uma epidemia do Ebola em Kikwit (Congo), em 1995, matou 245 pessoas.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: