Publicidade

Notícias de saúde

Impacto de uma equipe psicoeducacional nas estratégias iniciais de manejo dos pacientes com câncer de mama

13 de fevereiro de 2019 (Bibliomed). Uma intervenção psicoeducacional não melhora a ansiedade ou a imagem corporal, mas ainda é considerada importante entre as mulheres com câncer de mama, de acordo com um estudo publicado em Reviews on Recent Clinical Trials.

Pesquisadores italianos examinaram 97 pacientes com câncer de mama, sem recidivas ou metástases que participaram de 13 grupos de psicoeducação. Cada grupo foi organizado em oito encontros, três liderados por um psicólogo e cada um dos outros por um oncologista, cirurgião, obstetra/ginecologista, fisioterapeuta e nutricionista. Os pacientes foram avaliados com a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS) e com a Body Image Scale.

Os pesquisadores descobriram que a breve intervenção do grupo psicoeducacional não teve efeito significativo sobre a ansiedade ou a imagem corporal; no entanto, houve uma diferença estatística no teste de depressão da HADS na primeira avaliação e na reunião final. Os participantes relataram que o grupo foi uma intervenção importante em sua vida.

Fonte: Reviews on Recent Clinical Trials. Vol. 13. Issue. 4.

Copyright © 2019 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: