Publicidade

Notícias de saúde

Meditação reduz o risco cardiovascular

25 de outubro de 2017 (Bibliomed). A meditação pode ser considerada como um complemento direcionado à redução do risco cardiovascular, embora os benefícios precisem ser mais plenamente estabelecidos. Isso é o que revela um artigo publicado no Journal of the American Heart Association.

Observando que numerosos estudos relataram os benefícios da meditação, investigadores do do Baylor College of Medicine no Texas realizaram uma revisão sistemática sobre os potenciais benefícios da meditação sobre o risco cardiovascular.

Com base em estudos neurofisiológicos e neuroanatômicos, os pesquisadores descobriram que a meditação pode ter efeitos longos no cérebro, o que pode explicar as suas consequências benéficas no estado basal fisiológico e no risco cardiovascular. Os estudos de meditação sugerem um benefício potencial no risco cardiovascular, embora a quantidade e a qualidade dos dados do estudo sejam modestas.

A meditação pode ser considerada como um complemento da redução do risco cardiovascular, tendo em conta os baixos custos e os baixos riscos da intervenção; os participantes devem estar conscientes de que os benefícios da intervenção ainda continuam a ser estabelecidos de forma mais completa.

Fonte: Journal of the American Heart Association. DOI:10.1161/JAHA.117.002218.

Copyright © 2017 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: