Publicidade

Notícias de saúde

Uso prolongado de smartphones pode causar Síndrome do Túnel do Carpo

19 de julho de 2017 (Bibliomed). O uso prolongado de smartphones e outros dispositivos eletrônicos de mão leva a um risco aumentado de síndrome do túnel do carpo. Isso é o que indica estudo publicado na revista Muscle & Nerve.

Investigadores de Hong Kong atualizaram sua pesquisa anterior envolvendo 500 estudantes da Universidade de Hong Kong. Esses alunos caíram em dois grupos: usuários intensivos de dispositivos eletrônicos de mão (ou seja, cinco ou mais horas de uso por dia) e usuários não-intensivos (menos de cinco horas por dia). Os dispositivos manuais incluíam telefones celulares, tablets e consoles de jogos. Mais de metade (54%) do grupo intensivo relatou dor e/ou desconforto musculoesquelético, em comparação com 12% entre o grupo menos intensivo.

O novo estudo analisou 48 alunos do primeiro estudo. Metade eram usuários intensivos que gastaram (em média) mais de nove horas por dia usando seus dispositivos. Aqueles no outro grupo passaram pouco menos de três horas por dia em seus dispositivos. Os participantes responderam questionários sobre hábitos de dispositivos eletrônicos e qualquer dor ou desconforto no pescoço, ombro, costas, cotovelo ou região do pulso/mão. Exames de ultrassom e exames físicos na região do pulso também foram feitos.

Os pesquisadores descobriram que os usuários de eletrônicos intensivos tinham significativamente mais desconforto, sendo este de maior gravidade, no pulso e na mão. Quanto mais tempo uma pessoa passava usando um dispositivo eletrônico de mão, mais intensa e duradoura eram as dores nas mãos e pulsos. O uso excessivo de dispositivos eletrônicos pode afetar negativamente o nervo mediano dentro do túnel do carpo e do ligamento transverso do carpo, resultando em parestesia e dores na mão.

Fonte: Muscle Nerve. DOI:10.1002/mus.25697

Copyright © 2017 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: