Viver sozinho pode aumentar risco de morte

Comentar

Saúde da família

Pessoas entre 45 e 80 anos que sofrem de doença coronária ou correm riscos de desenvolver a condição podem ter maiores chances de morrerem se viverem sozinhas.

Pesquisadores da Universidade Harvard desenvolveram um estudo para analisar a relação entre aumento de mortalidade e risco cardiovascular e viver sozinho.

A pesquisa envolveu 44.573 pessoas e mostrou que pacientes cardíacos entre as idades de 45 e 65 anos que viviam sozinhos tinham um risco de morte 7,7% mais alto do que pacientes que viviam com outras pessoas (risco de 5,7%). Para pessoas entre as idades de 66 e 80 anos, o risco também mostrou ser elevado.

O estudo foi publicado no periódico Archives of Internal Medicine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>