Existe ligação entre fases da lua e ciclo menstrual?

Comment

Saúde da mulher

Existem teorias de que os ciclos menstruais das mulheres se alinham com a lua, e agora um novo estudo da Universidade de Würzburg, na Alemanha, sugere que há alguma verdade nisso.

Os pesquisadores explicam que muitas espécies sincronizam o comportamento reprodutivo com uma fase particular do ciclo lunar para aumentar o sucesso reprodutivo. Em humanos, a influência lunar sobre o comportamento reprodutivo permanece controversa, embora o ciclo menstrual humano tenha um período próximo ao do ciclo lunar.

Os pesquisadores analisaram registros menstruais de longo prazo em mulheres que utilizavam métodos distintos de análise do ritmo biológico. O estudo envolveu 22 mulheres que registraram datas de suas menstruações em média dos 15 aos 32 anos e os resultados mostraram que, para muitas, os ciclos menstruais sincronizavam-se “intermitentemente” com as fases da lua.

A ligação acontecia apenas cerca de um quarto das vezes para mulheres com 35 anos ou menos e apenas 9% das vezes para mulheres mais velhas. Porém, havia uma grande variação entre os indivíduos. E, para algumas mulheres, havia indícios de que a exposição excessiva à luz artificial à noite poderia ter prejudicado qualquer sincronia lua-menstruação.

Os pesquisadores consideraram as descobertas “interessantes” e disseram que elas podem refletir resquícios de uma influência lunar que beneficiou os ancestrais humanos. Os primeiros primatas eram criaturas noturnas, então um certo grau de comportamento influenciado pela lua faria sentido para eles.

Segundo os autores, ciclos menstruais com um período superior a 27 dias eram intermitentemente síncronos com a luminosidade da Lua e/ou ciclos gravimétricos. Com a idade e com a exposição à luz noturna artificial, os ciclos menstruais encurtaram e perderam essa sincronia. Eles trabalham com a hipótese de que, nos tempos antigos, o comportamento reprodutivo humano era sincronizado com a Lua, mas que nosso estilo de vida moderno mudou a fisiologia reprodutiva e o comportamento.

Fonte: Science Advances. DOI: 10.1126/sciadv.abe1358.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *