Antidepressivos fazem mais mal do que bem aos pacientes

2 Comentários

Saúde da família

Segundo cientistas da Universidade MacMaster, no Canadá, os médicos precisam ser mais cautelosos na hora de receitar antidepressivos, pois esses podem colocar em risco a vida do paciente.

Ao analisar os efeitos dos antidepressivos no organismo dos pacientes, para além das mudanças no humor, os cientistas descobriram que os riscos do consumo desses medicamentos são maiores do que seus benefícios.

Quem faz uso prolongado de antidepressivos pode ter problemas com estimulação e função sexual; problemas no desenvolvimento dos espermatozoides em homens; problemas de desenvolvimento em crianças; disfunções digestivas, como diarreia, constipação, indigestão e flatulência; além de sangramento anormal e risco de acidente vascular cerebral (AVC) em idosos.

 

2 comments

  1. Juntos pelas Redes

    É importante observar que existem alternativas que podem ajudar as pessoas a melhorarem a auto-estima e ter uma vida mais saudável como práticas esportivas, proximidade das pessoas com quem se tem um bom relacionamento, atividades culturais e sociais. Um acompanhamento psicológico também pode ser importante para ajudar uma pessoa a ter um maior equilíbrio emocional e consequentemente evitar a utilização de anti-depressivos que conforme matéria acima, pode causar ainda mais transtornos ao paciente.

  2. Hilton Galvão

    Como a maioria dos casos de depressão tem sua causa originada por um desequilíbrio nos neurotransmissores, os medicamentos anti-depressivos são imprescindíveis no tratamento dessa doença que, justamente por ser mal diagnosticada cedo, causa tantos danos. O apoio psicológico ajuda, mas sem a normalização bioquímica da serotonina, dopamina e noradrenalina, o paciente tertá sempre recorrentes crises depressivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>