Publicidade

Artigos de saúde

Snacks saudáveis

Neste artigo:

- Introdução
- Dicas de alimentos para lanches rápidos
- Procurando pelas gorduras escondidas
- Decodificando os "snacks de frutas"
- Misturar torna os snacks melhores
- Atenção para o tamanho das porções

"Aquele lanchinho entre as refeições não é algo ruim em si, mas deve-se tomar alguns cuidados para não cometer erros e ter uma alimentação saudável".

Introdução

Os chamados "snacks", ou seja, aqueles lanches rápidos entre as refeições, não são em si uma coisa ruim. Comer várias vezes ao dia é saudável, o que incluiu lanches rápidos de boa qualidade.

A filosofia da Dra. Elaine Magee, autora de vários livros como o The Recipe Doctor Cookbook: Light and Healthy Versions of America's Favorite Dishes, é comer quando você está com fome e parar quando você estiver satisfeito. Mas há uma diferença entre "cheio" e satisfeito. Segundo ela, se você seguir corretamente essa regra, você deverá sentir fome a cada duas ou três horas.

Dicas de alimentos para lanches rápidos:

Aqui está uma lista dos lanches rápidos favoritos e os desaconselhados pela Dra. Magee tirados de seu livro, Fight Fat and Win: Light Meals and Snacks:

Pipoca: a gordura das pipocas de microondas é a única coisa negativa aqui. Procure pelas versões saudáveis- 98% livres de gordura. Se você optar por fazer a sua própria pipoca, você pode usar um pouco de margarina (uma sem gordura-trans) ou manteiga. É melhor do que as pipocas de microondas cheias de gordura, porque você pode controlar a gordura adicionada.

Frutas e vitamina de frutas: as frutas são as melhores opções para lanches rápidos, e o laticínio irá sustentá-lo.

Biscoitos: São deliciosos, mas não devem ser comidos como um lanche regularmente.

Queijos e Creme cracker: queijos apenas os com gordura reduzida, menos gordura significa mais proteína. Os biscoitos tipo creme cracker devem ser ricos em fibras e de baixa caloria para serem saudáveis.

Cereais: escolha os cereais ricos em fibras e com pouco açúcar.

Yogurt: é uma ótima fonte de cálcio, e não precisam de açúcar para ser gostosos, compre yogurt natural a adicione granola e fruta.

Doces e chocolate: se você optar pelos tamanhos pequenos - não se surpreenda – está Ok. Se você se privar, no final você pode acabar se tornando um compulsivo e exagerar na quantidade.

Vegetais: um excelente lanche rápido!

Bolos: por mais deliciosos que eles sejam, não são um bom lanche para o dia a dia.

Barras de cereais: As mais saudáveis são as mais crocantes, e sem cobertura de chocolate. Você mesmo pode prepará-las também, há boas receitas, e assim você poderá escolher o óleo, as frutas e os grãos.

Procurando pelas as gorduras escondidas:

Os snacks industrializados são a principal fonte de um tipo de gordura que obstrui as artérias, a chamada gordura trans. A gordura trans é conhecida por aumentar o colesterol "mau" (LDL) o que pode aumentar o risco de doença cardíaca e derrame.

O FDA, um órgão que regulamenta os alimentos e medicamentos, anunciou recentemente que irá exigir que todos os alimentos manufaturados terão que listar a quantidade de gordura trans que eles contêm. Essa nova exigência entra em vigor em 2006, mas enquanto isso, há outras maneiras de saberá quantidade de gordura trans na informação nutricional.

As gorduras trans são gorduras industriais que mantêm o produto estável nas prateleiras assim, todos os biscoitos, chips, bolos, terão gordura, e essa gordura provavelmente será a gordura trans.

A única forma de saber se a gordura é trans é olhar nos ingredientes e ver as palavras "gordura parcialmente hidrogenada". Os especialistas dizem que não há um "limite seguro" para as gorduras trans, e as pessoas devem ingerir a menor quantidade possível. Além disso, a Associação Americana de Cardiologia recomenda um limite de quantidade combinada de gorduras trans e gordura saturada de menos de 10% do total de calorias consumidas diariamente.

Decodificando os "snacks de frutas":

Muitos snacks dizem serem feitos com fruta de verdade ou fornecer outros benefícios nutricionais associados com frutas frescas. Mas muitos deles são feitos com um pouco mais que xarope de milho adoçado com um traço de suco de fruta e têm pequeno valor nutricional.

O FDA exige que todas as informações nutricionais dos alimentos listem a porcentagem diária recomendada (RDA) de vitamina A, vitamina C, cálcio, e ferro que o alimento fornece. Por essa informação, pode-se ter uma idéia do quão perto um "snack de fruta" está da fruta verdadeira. Alimentos com mais de 10% do RDA dessas vitaminas e minerais são considerados uma boa fonte desses nutrientes e aqueles com 20% são uma excelente fonte.

Misturar torna os snacks melhores.

Um dos problemas mais comuns dos hábitos dos lanches rápidos é comer muito de apenas um tipo de alimento.

Ao invés de oferecer apenas um tipo de alimento, o lanche saudável deve combinar pelo menos dois grupos de alimentos, como uma proteína e um carboidrato. A combinação não irá apenas acrescentar mais nutrientes na dieta, mas irá satisfazer mais até a próxima refeição, o que é o ponto chave dos lanches rápidos.

Atenção para o tamanho das porções.

Uma outra cilada comum dos snacks é não prestar atenção no tamanho das porções. Ao invés segurar um pacote inteiro de chips, deve-se servir porções colocando os alimentos em pequenos recipientes plásticos ou pratos.

Seguindo essas orientações você poderá ter uma alimentação mais saudável, o que com certeza irá contribuir para uma boa saúde.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.              20 de Novembro de 2003.



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: