Publicidade

Artigos de saúde

Masturbação nas Crianças em Idade Pré-Escolar

Neste Artigo:

- Definição
-
Causa
-
Evolução prevista
- Conceitos errados comuns
- Como se comportar perante a masturbação de uma criança em idade pré-escolar
- Procure ajuda médica se:

Definição

A masturbação é a estimulação dos próprios genitais para obter prazer ou satisfação. As crianças podem esfregar os órgãos genitais com as mãos ou com outro objeto. A masturbação é algo mais do que a inspeção normal dos genitais, observada continuamente nas crianças de 2 anos de idade enquanto tomam banho. Durante a masturbação, uma criança geralmente parece aturdido, absorto e enrubescido. Uma criança pode masturbar-se com uma freqüência de várias vezes ao dia ou apenas uma vez por semana. A masturbação acontece mais freqüentemente quando uma criança está sonolenta, aborrecida, vendo televisão ou sob stress.

Causa

A masturbação não freqüente é um comportamento normal de muitas crianças em idade pré-escolar. Até um terço das crianças nesta faixa etária descobrem a masturbação enquanto exploram seus corpos. Amiúde, continuam masturbando-se apenas porque lhes causa prazer. Algumas crianças masturbam-se com freqüência porque estão insatisfeitos por algum motivo, como por exemplo, o fato de terem largado a chupeta. Outros estão reagindo ao castigo ou pressão para que parem de se masturbar.

A masturbação não tem causas físicas. A irritação na área genital produz dor ou coceira e não é uma causa de masturbação.

Evolução prevista

Uma vez que seu filho ou filha tenham descoberto a masturbação, raramente abandonarão totalmente esta prática. É possível que não o façam com tanta freqüência se forem resolvidas as circunstâncias associadas de conflito e insatisfação. Aos 5 ou 6 anos de idade, quase todas as crianças podem adquirir um pouco de discrição e apenas masturbam-se quando sozinhos. Na puberdade, a masturbação torna-se quase universal, em resposta aos aumentos bruscos - e normais - dos hormônios e do impulso sexual.

Conceitos errados comuns

A masturbação não causa nenhuma lesão nem dano físico ao corpo. Não é anormal se excessiva, a menos que a criança a faça premeditadamente, em lugares públicos, após 5 ou 6 anos de idade. A prática de masturbação não quer dizer que seu filho esteja susceptível demais a se excitar sexualmente, seja promíscuo ou um transviado sexual. Apenas se os adultos reagirem de forma exagerada à masturbação de uma criança e fizerem esta prática parecer algo sujo ou perverso, haverá danos emocionais à criança, por exemplo, sentimentos de culpa e complexos sexuais.

Como se comportar perante a masturbação de uma criança em idade pré-escolar

1. Tenha objetivos possíveis de alcançar
É impossível eliminar a masturbação. Aceite o fato de que seu filho aprendeu a praticá-la e que ele gosta de fazê-lo. A única coisa que você pode fazer é controlar o lugar onde ele a pratica. Um objetivo razoável é permiti-la somente no quarto dele e no banheiro. Você pode dizer a seu filho, "Tudo bem que você faça isto em seu quarto quando estiver cansado". Se ignorar completamente a masturbação, sem se importar com o lugar onde ele a pratica, seu filho pensará que pode fazê-lo tranqüilamente em qualquer lugar.

2. Não se importe com a masturbação na hora da sesta nem na hora de dormir
Deixe seu filho tranqüilo nestas ocasiões e não fique vigiando-o. Não o proíba de se deitar de barriga para baixo e não pergunte se ele está com a mão entre as pernas.

3. Em outras ocasiões, distraia seu filho da masturbação ou discipline-o.
Primeiro distraia seu filho com um brinquedo ou com alguma outra atividade. Se isto falhar, explique a seu filho: "sei que você gosta, e você pode fazer isso em seu quarto ou no banheiro, mas não pode em outro lugar da casa ou perto de outras pessoas". Quando as crianças têm 4 ou 5 anos de idade, se tornam sensíveis à opinião de outras pessoas e entendem que só devem se masturbar quando estão sozinhos.

4. Discuta este enfoque com o pessoal do maternal ou do jardim de infância de seu filho.
Peça à professora ou à pessoa encarregada de cuidar de seu filho que responda à masturbação dele tentando distraí-lo.

5. Aumente o contato físico com seu filho
Algumas crianças masturbam-se menos, se receberem abraços e mimos adicionais durante todo o dia. Cuide para que seu filho tenha pelo menos uma hora diária de tempo especial com você, e assegure-se de fazer manifestações físicas de afeto durante este período.

6. Erros comuns
O erro mais comum que os pais cometem é tentar eliminar a masturbação por completo. Isto resulta em um conflito, no qual os pais invariavelmente perdem. As crianças não devem ser castigadas fisicamente pela masturbação, nem se deve gritar ou repreendê-las neste aspecto. Não qualifique a masturbação como má, suja, perversa ou pecaminosa, e não amarre as mãos de seu filho nem utilize outro tipo de restrições. Todas estas estratégias produzem resistência e, possivelmente, inibições sexuais mais adiante.

Procure ajuda médica se:

-
Seu filho continuar masturbando-se na presença de outras pessoas.
- Suspeitar que alguém tenha ensinado seu filho a masturbar-se.
- Seu filho tentar masturbar outras pessoas.
- Suspeitar que filho não esteja contente.
- Você não pode aceitar nenhuma masturbação de seu filho.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.           Revisado 01 de Novembro de 2006



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: