Publicidade

Artigos de saúde

Os Ossos e seus Distúrbios

Nossa estrutura esquelética é formada pelos ossos, tecido caracteristicamente rígido.

O osso é formado basicamente de minerais (2/3 de sua constituição), proteínas (colágeno) e água. O crescimento ósseo se dá até os vinte anos de idade. Durante toda a vida, entretanto, o osso mantém sua capacidade de se formar e de se reabsorver o que caracteriza a formação de correções de defeitos, como por exemplo nas fraturas, quando o próprio osso resolve o problema. A capacidade de reabsorção ou de formação de uma "soldadura" que ocorre numa fratura, diminui na terceira idade prolongando muito o tempo necessário para a sua realização. Esta situação pode levar a longos períodos de imobilização no leito o que é um grande inconveniente, daí a importância do tratamento cirúrgico precoce nas fraturas do idoso.

O processo de perda de cálcio - descalcificação - leva a uma diminuição da massa das vértebras ou osteoporose o que leva a uma diminuição da estatura. Aos 70 anos a pessoa pode perder cerca de 2 cm de altura.

No idoso é comum ocorrer fratura de vértebra devido a sua maior fragilidade. Nesta situação há fortes dores necessitando-se de imobilização. O processo osteoporótico também pode levar a deformidades da coluna. A osteoporose é a principal doença da coluna na terceira idade , manifestando-se através de dores que recebem várias denominações: lumbago, lombalgia, etc. É uma das principais causas de incapacitação total ao trabalho acima dos 60 anos.

A doença da coluna pode estar associada a distúrbios medulares e/ou dos nervos, destacando-se o seu estreitamento que é denominado espondilose.

As principais doenças ósseas que atingem a terceira idade são a osteoporose, a doença de Paget e os tumores. O tumor ósseo mais comum na terceira idade é a metástase. As fraturas ocupam um espaço especial na terceira idade e a osteomielite é rara.

© 2000 BoaSaúde.com



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: