Publicidade

Notícias de saúde

Brasil e França testam novo tratamento para portadores de HIV com tuberculose

20 de setembro de 2012 (Bibliomed). A prevenção da tuberculose em pessoas com infecção pelo HIV continua sendo um desafio para a medicina. A doença avança principalmente em países em desenvolvimento, e é a principal causa de óbito entre soropositivos.

Um estudo conduzido pelo Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec/Fiocruz), em parceria com a ANRS (Agência Nacional Francesa de Pesquisas sobre Aids e Hepatites Virais), o Ministério da Saúde e centros de pesquisa no Brasil e na França buscou investigar novas opções de tratamento para esse perfil de paciente.

Os testes estão sendo feitos com um esquema antirretroviral contendo o medicamento Raltegravir, pertecente à classe de fármacos chamada Inibidores de Integrase, comparando-o ao que contém Efavirenz. O medicamento Efavirenz, em combinação com os fármacos Tenofovir (TDF) e Lamivudina (3TC), compõe o esquema antirretroviral utilizado no tratamento inicial desses pacientes. Entretanto, ainda não há um esquema alternativo voltado a indivíduos com intolerância ao Efavirenz e a mulheres em início de gestação, cujo uso é restrito em função do risco de danos ao feto.

O estudo ainda está na fase dois, mas os resultados já são considerados promissores pelos pesquisadores. O esquema com o inibidor mostrou eficácia e segurança semelhantes, o que pode apontar para a possibilidade do uso do inibidor como alternativa ao Efavirenz. Os achados ainda são preliminares, novos fases do estudo serão necessárias para resultados definitivos.

Fonte: Agência Fiocruz de Notícias. 17 de setembro de 2012.

Veja também em Boa Saúde: O combate à epidemia de tuberculose associada ao HIV precisa ser mais agressiva em comunidades afetadas

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: