Publicidade

Notícias de saúde

Ômega-3 e exercícios físicos podem retardar envelhecimento muscular

14 de setembro de 2012 (Bibliomed). Uma alimentação rica em ômega-3 associada à prática diária de exercícios físicos pode ajudar a retardar o envelhecimento. Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada na Universidade de Aberdeen, na Grã-Bretanha.

A pesquisa envolveu voluntárias idosas que praticaram exercícios durante 12 semanas, em duas sessões de 30 minutos de atividades específicas para os músculos das pernas por semana. Metade das participantes ingeriu ácidos graxos EPA (ácido eicosapentanoico) e DHA (ácido docosahexanoico), ricos em ômega-3, e a outra metade recebeu um placebo de azeite de oliva para controle.

Os pesquisadores mediram tônus muscular das pernas dessas mulheres antes e depois dos experimentos. Os resultados mostraram que as idosas que ingeriram azeite de oliva aumentaram sua massa muscular em 11% enquanto as que receberam os óleos EPA e DHA tiveram aumento de 20%.

O processo de envelhecimento, conhecido como sarcopenia, implica numa perda muscular de 0,5 a 2% por ano e pode resultar em fraqueza e perda de mobilidade em idosos. Dados dos Estados Unidos mostram que 25% das pessoas com idade entre 50 e 70 anos têm sarcopenia e isto aumenta para mais da metade daqueles com mais de 80 anos.

O estilo de vida influencia na taxa de perda muscular. Baixo consumo de proteínas e o sedentarismo, por exemplo, aumentam as chances de desenvolver o problema.

Os pesquisadores recomendam a ingestão diária de alimentos ricos em ômega-3 e a prática regular de exercícios físicos para retardar a perda muscular.

Fonte: Diário da Saúde, 11 de setembro de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: