Publicidade

Notícias de saúde

Abuso de álcool pode reestruturar cérebro

06 de setembro de 2012 (Bibliomed). De acordo com uma nova pesquisa feita com ratos, o abuso do álcool pode causar reestruturações cerebrais que fariam com que seja mais difícil para que alcoólatras superem experiências traumáticas.

Os pesquisadores deram grandes quantidades de álcool para um grupo de ratos durante um mês. Eles usaram uma dosagem equivalente a duas vezes o limite legal para a condução de automóveis em humanos. Um segundo grupo de ratos não foram expostos a qualquer quantidade de álcool. Todos os animais foram treinados para sentirem medo de um barulho que vinha acompanhado de choques leves.

Após o som ser tocado repetidamente sem ser seguido dos choques, os ratos no grupo controle pararam de sentir medo do barulho. Porém, os ratos que receberam as dosagens de álcool continuaram sentindo medo do ruído mesmo após não haver mais ameaça de choques.

Os pesquisadores analisaram os cérebros dos animais de ambos os grupos e viram que as células nervosas do córtex pré-frontal dos cérebros dos ratos expostos ao álcool tinham formatos diferentes e que a atividade de um receptor importante havia sido comprometida.

Os resultados levaram os cientistas a concluírem que o álcool pode ter sido o responsável por essas mudanças específicas no cérebro e também o causador dos problemas de ansiedade dos animais.

“Basicamente, nossa pesquisa mostra que a exposição crônica ao álcool pode causar um déficit em relação a como os centros cognitivos do nosso cérebro controlam nossos centros emocionais”, explica o pesquisador Thomas Kash.

A pesquisa foi desenvolvida na Universidade da Carolina do Norte e publicada no periódico Nature Neuroscience.

Fonte: Live Science, 4 de setembro de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: