Publicidade

Notícias de saúde

Diferenças no sexo e amor entre os gêneros: mito ou realidade?

08 de agosto de 2012 (Bibliomed). Os homens e as mulheres têm atitudes muito diferentes em relação a diversas coisas, e essas diferenças podem ter dado origem a mitos sobre as preferências dos gêneros no amor e no sexo. Conheça algumas das afirmações de senso comum que podem não ser reais.

Homens pensam mais em sexo do que mulheres: a idéia de que homens pensam mais em sexo do que mulheres é bem difundida, mas será que é assim mesmo? De acordo com uma pesquisa publicada em 2011 no Journal of Sex Research, pesquisadores pediram a um grupo de homens e mulheres que mantivessem um diário de seus pensamentos sexuais durante o dia. Enquanto eles tiveram uma média de 18 pensamentos sexuais por dia, elas tiveram dez. Porém, os homens também pensaram mais em sono e comida. Esses resultados sugerem que o sexo pode não ser tão exageradamente valorizado pelos homens como se pode pensar.

Homens querem mais parceiras sexuais do que mulheres: Pesquisas mostram que, ao questionar homens e mulheres quanto à quantidade de parceiros sexuais que eles gostariam de ter em um determinado período de tempo, homens respondem números maiores. Mas esses dados podem estar sendo afetados por apenas alguns indivíduos que almejam ter mais parceiras. Dados de uma pesquisa mostram que entre dez homens, nove responderam que queriam apenas uma parceira durante um ano, sendo que apenas um dos participantes disse querer mais do que isso (20 parceiras).

Homens querem beleza, mulheres querem status: pesquisadores que pedem a estudantes universitários que imaginem seu par perfeito normalmente encontram resultados que mostram que homens querem uma parceira que seja sexualmente atraente e mulheres querem um homem que possa ser um bom provedor. Mas em situações de encontros românticos essas exigências se tornam menos importantes. Isso mostra que quando as pessoas imaginam parceiros ideais, é normal que elas recorram a estereótipos, mas em situações em que é preciso avaliar uma pessoa real as reações são diferentes.

Mulheres têm menos orgasmos do que homens: muitas pessoas podem acreditar que as mulheres são biologicamente incapazes de atingirem a mesma quantidade de orgasmos do que os homens, mas pesquisas mostram que isso não é verdade. De acordo com um estudo publicado no livro “Families as They Really Are”, mostra que elas têm mais facilidade de chegar ao clímax quando estão em relacionamentos longos. As estatísticas mostraram que apenas um terço das mulheres consegue gozar na primeira vez em que elas transam com o parceiro, metade atinge o orgasmo na segunda vez. Porém, já em relacionamentos longos e estáveis elas chegam ao orgasmo com a mesma frequência que os homens.

Homens gostam de sexo casual mais do que as mulheres: mulheres podem parecer estar menos interessadas em aceitar propostas de sexo casual do que homens, mas isso pode estar relacionado a fatores culturais e também à pessoa que está fazendo a oferta. Pesquisas mostram que quando mulheres são abordadas por pessoas com as quais estão mais familiarizadas ou que são mais atraentes, elas se tornam mais receptivas. Assim, elas podem aceitar menos propostas de sexo casual do que homens por perceberem o parceiro potencial como menos sexualmente capaz.

É importante lembrar que cada pessoa é diferente, e que apesar de estereótipos tentarem englobar números grandes de pessoas, não é possível prever o comportamento do ser humano com exatidão. Pessoas diferentes têm reações diferentes a determinadas situações de acordo com suas próprias personalidades.

Fonte: Live Science, 9 de novembro de 2011

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: